Notícias

Conexão Varejo: outlets e suas oportunidades

Cada vez mais consolidado como uma tendência no varejo, o outlet é uma modalidade de venda que proporciona uma experiência de compra diferenciada para o consumidor, uma vez que seu propósito é oferecer produtos de marcas desejadas com preços atrativos. Para o lojista, esse sistema complementar representa uma alternativa eficaz para equilibrar estoques e garantir a saúde financeira do negócio. No Brasil, apesar de ainda ser considerada uma proposta recente, já que entrou em expansão em meados desta década, o formato outlet abocanha uma boa fatia de mercado. Segundo dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 87% dos shopping centers brasileiros são empreendimentos do tipo tradicional e 13% são especializados (outlet, lifestyle e temáticos). Desses, 17% são outlets – espaços dedicados inteiramente para as lojas que abrem filiais exclusivas nesta modalidade, geralmente situados em locais afastados dos grandes centros comerciais.

Giro constante

Sejam sobras de liquidações, peças de coleções anteriores ou as da própria estação com baixo giro de estoque: tudo pode rechear as prateleiras com preços que cabem no bolso do cliente. É o que afirma a empresária Caroline Pegoraro, que apostou no formato em 2014, com a Equus, e hoje é proprietária da Yolo Brands, loja de moda feminina e acessórios localizada no shopping I Fashion Outlet, em Novo Hamburgo. Para ela, a grande vantagem para o lojista é a possibilidade de manter uma rotatividade mais efetiva de estoque. “Além das despesas operacionais menores, o principal benefício do perfil é fazer giraras mercadorias de coleções anteriores, para não ficarem paradas”, afirma.

Mais visibilidade

Da mesma maneira, a Aduana, marca focada na moda masculina, entrou para o mercado do outlet, em 2013, impulsionada pelo alto estoque e pelo baixo giro de produtos antigos. Hoje, a outlet da marca também fica no shopping I Fashion. “Na época, foi uma grande oportunidade de escoar resquícios de coleção com preços mais competitivos e gerar fluxo de caixa, afinal, estoque parado é dinheiro perdido”, explica o supervisor de lojas Jorge Oliveira.

No entanto, Jorge aponta que as vantagens de apostar no formato vão além de liquidação de mercadorias. “Os principais benefícios do outlet é que ele traz mais visibilidade para a marca, além da possibilidade de termos mais uma operação, na qual o foco é também trabalhar com peças de qualidade, mas a preços bastante competitivos.” Ainda que os produtos sejam vendidos com descontos contínuos em outlets, outra vantagem é o valor mais elevado do ticket médio gasto pelos consumidores nesses estabelecimentos. Seja com a loja toda ou com somente algum espaço no ponto de venda voltado ao outlet, é preciso que cada estabelecimento avalie seu nível de estoque residual após certo período e o seu tipo de público. É importante considerar também a reação dos clientes habituais a essa novidade, e ainda refletir sobre a sobra constante de peças que não são vendidas com preço cheio, pois isso pode indicar falha na hora de comprar.

O que vai para o outlet?

Existem diversas estratégias para selecionar o mix de produtos que compõem a loja outlet. Confira dicas da Aduana, que segue uma estratégia com quatro divisões principais:

Produtos da coleção atual, que ainda estão nas prateleiras das lojas principais, vendidos pelo preço normal, mas que atraem o cliente;
Produtos antigos e remarcados nas demais unidades;
Itens comprados somente para o outlet, a preços competitivos.
Resquícios de coleções passadas com pouca grade de tamanhos ou que tiveram a venda refreada, em função da troca de coleção.

 

“O principal benefício de investir no outlet é a possibilidade de girar as mercadorias de coleções anteriores para não ficarem paradas.”
_Caroline Pegoraro, proprietária da Yolo Brands

“Além da possibilidade de abrir mais uma operação, com foco em produtos de qualidade a preços competitivos, o outlet traz mais visibilidade para a marca.”
_Jorge Oliveira, supervisor de lojas da Aduana

 

Quer ler a revista Conexão Varejo completa, gratuitamente, de forma digital? Clique aqui!