10 passos para definir metas de vendas

Mesmo em tempo de crise, as metas de vendas devem acompanhar as oscilações do mercado para manter a equipe engajada

Aumentar o faturamento sem comprometer a lucratividade é o objetivo de todas as empresas, mas em tempos de crise isso se torna um desafio diário, já que para garantir a motivação da equipe de vendas é fundamental planejar as metas de vendas de forma desafiadora, porém atingível.

Para garantir um modelo eficiente de desdobramento de metas de venda é preciso levar em consideração a estrutura comercial e o comportamento histórico da base de clientes, sem perder de vista o planejamento de produção e vendas.

Para que as metas sejam consistentes, as análises devem ser feitas com base em cálculos que tangibilizam o aumento da lucratividade e o mix ideal de produtos para cada ponto de venda, respeitando as particularidades de cada negócio. "Desta forma, as metas distribuídas, além de tangíveis, servirão de orientação para o vendedor, que irá a campo com um pedido sugerido que facilmente se converta em venda efetiva", explica o CEO da WCA Inteligência de Negócio , Wan Ming Chung.

Confira as dicas abaixo antes de começar a planejar as metas para o seu próximo ciclo de vendas:

  1.  Avalie o mercado que você está inserido e o perfil de consumo de seus clientes;
  2. Conheça seu índice de crescimento nos últimos meses e avalie a situação do mercado;
  3. Identifique oportunidades, veja se em seu portfólio existem outros produtos que podem ser ofertados a um mesmo cliente. No Cross-Selling poderá haver diversas oportunidades escondidas;
  4. Conheça e respeite a capacidade produtiva do time de vendas;
  5. Defina quanto sua empresa quer lucrar, essa análise precisa fazer parte de seu plano e é o que irá orientar seu objetivo. Sem isso, qualquer direção servirá;
  6. Trabalhe com cenários e identifique qual será o seu comportamento perante as informações adquiridas até aqui. Faça três cenários contando com expectativas conversadora, moderada e arrojada, mas não esqueça de acompanhá-las;
  7. Atribua gatilhos de investimentos e trace planos de acordo com o atingimento das médias. Dessa maneira, será possível antecipar problemas, considere também a possibilidade de não atingir a meta;
  8. Mesmo que acredite que a meta está bem formada, não deixe de revisá-la frequentemente. Muitas empresas criam planos de metas produtivos, mas esquecem de considerar as mudanças que ocorrem todos os dias no mercado;
  9. Critique a meta e sempre que ela estiver longe de ser atingida avalie os motivos e crie novas estratégias;
  10. Para finalizar, não esqueça de fazer o balanceamento da meta no vendedor, de forma que aqueles que estão com queda de performance recebam metas que o estimulem a recuperar o crescimento;

Conhecendo o contexto de sua empresa e traçando um modelo solido de cálculo e desdobramento de metas de vendas a crise não deixará de existir, mas dificilmente vai conseguir te atingir.

Fonte: InfoMoney

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais