4 dicas para seu negócio virar “gente grande”

Quer saber como fazer o negócio crescer? Caito Maia, CEO da Chilli Beans, dá algumas dicas 
 

Quer saber como fazer o negócio crescer? Caito Maia, CEO da Chilli Beans, dá algumas dicas 

Tem um momento, na vida de qualquer empresa, que, se tudo estiver dando certo, ela vai começar a crescer.
Parece um caminho natural, não? Mas não é! Os casos de sucesso, de maneira geral, são das empresas que planejaram esses crescimento.

E há alguns caminhos para isso, vou dar algumas dicas e alguns exemplos, pelos quais a Chilli Beans passou.

1. Faça uma análise do negócio 
No nosso caso, com cerca de 4 anos de vida, nos deparamos com a possibilidade de franquear o negócio. Numa situação dessa é essencial responder a duas perguntas:
– O faturamento da empresa cresce?
– A procura pelo produto cresce?
Isso vale também para o caso de abrir um novo ponto, mesmo que seja próprio.

2. Pode diversificar, mas sem perder o foco 
Outro momento de crescimento é quando o empresário vislumbra a possibilidade de aumentar o mix de produtos. Essencialmente, é preciso perceber, entre os próprios clientes, a demanda por outro mix, coerente com o negócio original.

Na Chilli Beans, começamos com óculos de sol, mas fazia todo sentido entrar com relógios, a uma determinada altura do negócio. Era como uma venda complementar para incrementar o look do cliente.

Mas aqui, deixo uma dica valiosa: é claro que pode ampliar o mix, diversificar o portfólio, mas dê preferência por não perder o foco do core do negócio, do “ator principal”. Acima de tudo, mantenha o foco.

3. Há horas em que o melhor é dar um passo atrás 
Cerca de dez anos atrás, tivemos a chance de abrir um ponto em um endereço estrelado de São Paulo, o sonho de qualquer varejista. Analisando os números, percebemos que aquele seria um passo maior do que as pernas poderiam alcançar.

Não sem uma certa frustração, voltamos uma casa e com o dinheiro para investir na nova loja, trouxemos dois diretores financeiros, tarimbados em colocar a casa em ordem. Foi a melhor decisão. Uma empresa só suporta o amadurecimento se tiver reservas, uma certa poupança para fazê-lo.

4. Identifique o ramo que você está, e o que não está 
O último conselho que tenho para você crescer é: tente aprender o quanto antes o que difere seu negócio. No meu caso, tive que aprender, e rápido, que eu não estava no ramo de vender óculos. Se achasse isso, talvez nem estivesse aqui contando essa história! Logo percebi que meu universo é maior, que vendo experiência, vendo histórias para os clientes, “coloco pimenta” na coisa.

E a razão é: novidades retumbantes correm o risco de virar commodities poucos meses depois de lançadas.

Fonte: Portal No Varejo

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais