4 dicas para seu negócio virar “gente grande”

Quer saber como fazer o negócio crescer? Caito Maia, CEO da Chilli Beans, dá algumas dicas 
 

Quer saber como fazer o negócio crescer? Caito Maia, CEO da Chilli Beans, dá algumas dicas 

Tem um momento, na vida de qualquer empresa, que, se tudo estiver dando certo, ela vai começar a crescer.
Parece um caminho natural, não? Mas não é! Os casos de sucesso, de maneira geral, são das empresas que planejaram esses crescimento.

E há alguns caminhos para isso, vou dar algumas dicas e alguns exemplos, pelos quais a Chilli Beans passou.

1. Faça uma análise do negócio 
No nosso caso, com cerca de 4 anos de vida, nos deparamos com a possibilidade de franquear o negócio. Numa situação dessa é essencial responder a duas perguntas:
– O faturamento da empresa cresce?
– A procura pelo produto cresce?
Isso vale também para o caso de abrir um novo ponto, mesmo que seja próprio.

2. Pode diversificar, mas sem perder o foco 
Outro momento de crescimento é quando o empresário vislumbra a possibilidade de aumentar o mix de produtos. Essencialmente, é preciso perceber, entre os próprios clientes, a demanda por outro mix, coerente com o negócio original.

Na Chilli Beans, começamos com óculos de sol, mas fazia todo sentido entrar com relógios, a uma determinada altura do negócio. Era como uma venda complementar para incrementar o look do cliente.

Mas aqui, deixo uma dica valiosa: é claro que pode ampliar o mix, diversificar o portfólio, mas dê preferência por não perder o foco do core do negócio, do “ator principal”. Acima de tudo, mantenha o foco.

3. Há horas em que o melhor é dar um passo atrás 
Cerca de dez anos atrás, tivemos a chance de abrir um ponto em um endereço estrelado de São Paulo, o sonho de qualquer varejista. Analisando os números, percebemos que aquele seria um passo maior do que as pernas poderiam alcançar.

Não sem uma certa frustração, voltamos uma casa e com o dinheiro para investir na nova loja, trouxemos dois diretores financeiros, tarimbados em colocar a casa em ordem. Foi a melhor decisão. Uma empresa só suporta o amadurecimento se tiver reservas, uma certa poupança para fazê-lo.

4. Identifique o ramo que você está, e o que não está 
O último conselho que tenho para você crescer é: tente aprender o quanto antes o que difere seu negócio. No meu caso, tive que aprender, e rápido, que eu não estava no ramo de vender óculos. Se achasse isso, talvez nem estivesse aqui contando essa história! Logo percebi que meu universo é maior, que vendo experiência, vendo histórias para os clientes, “coloco pimenta” na coisa.

E a razão é: novidades retumbantes correm o risco de virar commodities poucos meses depois de lançadas.

Fonte: Portal No Varejo

Veja também

    Decretos e regrasNoticias

    Créditos do BNDES: empresário, você tem acesso a este recurso

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sondagem do Sindilojas POA prevê Dia dos Namorados tímido para o comércio na ca...

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades das obras no Centro até o dia 14/06

    Veja mais
    Noticias

    Associados do Sindilojas Porto Alegre tem opção de consultoria contábil gratuita

    Veja mais