A sua loja está preparada para o Natal?

A edição de dezembro da revista Conexão Varejo traz um check-list do que é preciso observar para garantir um excelente resultado neste período. Confira!

Se a sua loja adotou uma boa estratégia de vendas e conseguiu se destacar na Black Friday, deve ter recebido um volume mais alto de consumidores nas últimas semanas. Mas, até mesmo para quem não teve um resultado favorável, a notícia é boa: no mês do Natal, as vendas sempre são melhores para os estabelecimentos que se preparam corretamente. O Natal de 2017, mesmo com o País passando por um período de forte recessão, foi o primeiro, após três anos seguidos de queda, a registrar aumento de vendas, segundo informação do SPC Brasil. Além disso, a ocasião também foi a data comemorativa do ano com maior crescimento de vendas, e o aumento do Índice de Confiança do Consumidor, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), mostra que o Natal de 2018 deverá ter muito mais consumidores confiantes e dispostos a comprar.

Para garantir que o seu estabelecimento seja a escolha dos compradores é preciso trabalhar com antecedência. Por isso, confira os principais pontos de atenção para estar com a loja 100% preparada para a data comemorativa mais importante para o comércio.

Top 10 para dezembro:

1. Prepare as pessoas: integre a equipe em um café da manhã, happy hour ou churrasco. Isso gera motivação e engajamento. Organize pequenos workshops com simulações de vendas ou como contornar objeções, e garanta que todos conheçam as formas de pagamento da loja.

2. Realize iniciativas digitais: use os canais digitais para chamar para a loja física. Inclua um brinde especial para quem comprar a partir de alguma postagem ou ofereça descontos progressivos de acordo com o número de peças para quem postar alguma foto com o produto e marcar a loja.

3. Observe as tendências: o que as crianças estão querendo? Quais youtubers elas seguem? Qual a cor da estação? Que figurinos estão em alta nas novelas? Esteja por dentro do que interessa o seu público e compartilhe isso com a equipe de vendas, de compras, do administrativo, com todos.

4. Para todos os gostos: monte e exponha com destaque kits de presentes para cada perfil de pessoa. Junte produtos com a mesma temática e embrulhe numa linda embalagem. Isso valoriza produtos que sozinhos seriam simples demais e poupa o trabalho de escolher do comprador.

5. Ofereça conveniência: faça parcerias para proporcionar entregas na semana anterior à do Natal, seja de bicicleta, motoboy ou outro meio. Uma ação da Amaro, em dezembro de 2017, para clientes da Grande São Paulo ofereceu entrega no mesmo dia para as compras no e-commerce e aumentou em 48% a taxa de conversão. Inspire-se!

6. Verdadeiramente omnichannel: esteja disponível em todos os canais possíveis para responder rápido às dúvidas do seu cliente, seja no Facebook, Instagram, WhatsApp, e-mail, telefone. O cliente prefere sempre se deslocar para lojas que sabe que vai encontrar o que busca. Torne a sua loja uma dessas!

7. Traga o clima da data para a loja: o Natal precisa estar estampado no PDV em dezembro. Incorpore ícones natalinos respeitando o estilo da loja. Vale até árvore com caixas de sapato, etiquetas, cabides. As redes sociais também devem estar festivas para lembrar ao consumidor que está na hora de garantir os presentes.

8. Coloque a sua loja na agenda semanal: promova pequenos eventos de Natal ligados ao seu segmento de atuação para atrair o cliente. Lojas de decoração podem realizar minicursos de como montar uma mesa natalina; de vestuário e acessórios, como montar looks para o final do ano; floriculturas, como criar arranjos para presentear; petshops, cuidados com os pets durante os fogos de artifício. Um evento por semana já garante um maior fluxo de pessoas.

9. Conte histórias: histórias provocam emoções, e emoções conectam. Convide clientes, funcionários, fornecedores, vizinhos para contar histórias pessoais de Natal e divulgue nos canais da marca. E o produto ou serviço pode ser mero coadjuvante, pois engajar o consumidor à sua marca é o objetivo.

10. Produtos únicos: oferecer personalização dos produtos com bordados, pinturas, rasgados, bottons artesanais, pingentes com nomes é umas das maneiras de tornar os objetos únicos. E se houver espaço na loja para que o próprio comprador personalize o presente, melhor ainda.

Confira esta e outras matérias na edição de dezembro da Conexão Varejo. Clique aqui!

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais