Alta do material de construção em São Paulo não deve chegar ao varejo gaúcho

Ao contrário do divulgado pela Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção, os preços não devem subir no varejo do Rio Grande do Sul com a alteração na cobrança de ICMS em São…

Ao contrário do divulgado pela Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção, os preços não devem subir no varejo do Rio Grande do Sul com a alteração na cobrança de ICMS em São Paulo. A afirmação é do presidente do Sindilojas Porto Alegre, Ronaldo Sielichow, que também é empresário do segmento de materiais de construção.

A entidade nacional disse que 50 mil produtos ficariam até 8% mais caros com as novas Margens de Valor Agregado para a cobrança do tributo em São Paulo. Entraram em vigor no início de agosto.

– Mesmo que metade dos produtos vendidos no varejo de Porto Alegre venha de lá, as fabricantes pagam o que é estabelecido no Rio Grande do Sul. – explica Ronaldo Sielichow.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais