Ano de 2024 começa com alta nas vendas dos eletrodomésticos próprios do verão

Ventiladores e ares-condicionados são itens muito procurados

O verão começou quente e com algo peculiar. Teve seu início após uma onda de calor sufocante na capital gaúcha. Com esse evento, o levantamento sobre vendas desses dois produtos realizado pelo Núcleo de Pesquisas do Sindilojas Porto Alegre, mostra que para 41,2% dos lojistas, as vendas de ventiladores tendem a crescer até o fim do verão. Já para a compra de ares-condicionados, esse número sobe para 82,7%.

Em relação ao ano passado, para 48,5% dos lojistas entrevistados as vendas de ventiladores cresceram, enquanto para 39,7% se mantiveram no mesmo patamar. Em relação aos aparelhos de ar-condicionado, 82,6% dos respondentes afirmam terem vendido mais nesta mesma época, enquanto 8,7% venderam de forma igual.

Modelos mais vendidos e os preços em 2024

Os ventiladores mais vendidos até aqui neste verão são os portáteis (29,4%) e ventilador de mesa (25%) e o de teto (22,1%). Já quanto aos ares-condicionados, o tipo Split recebeu todas as citações, com 100% da procura por conta dos consumidores. O aparelho portátil não foi citado.

O valor médio do ventilador mais vendido neste ano ficou em R$ 236,00, ante os R$ 210,00 de 2023. Já o valor médio do ar-condicionado mais vendido agora em 2024 ficou em R$ 2.400,00. No ano passado o valor era de R$ 2.112,00. Segundo os lojistas, a média de aumento dos preços ficou em 15%.

Demais dados da pesquisa:

Os clientes se preocupam em comprar produtos com baixo consumo de energia?

Sim – 50,0%
Não – 48,6%

Não quis responder – 1,4%

Principal forma de pagamento nas lojas físicas:

Parcelado no cartão de crédito – 72,2%
À vista pelo Pix– 9,7%
À vista no dinheiro – 6,9%

 Principal forma de pagamento nos canais online:

Link de pagamento – 61,8%
Pix – 26,5%
Parcelado no cartão de crédito– 11,7%

A loja oferece algum desconto?

Não – 77,8%

Sim – 20,8%

Para o presidente do Sindilojas POA, Arcione Piva, a pesquisa apresenta dados compatíveis com a realidade, onde o consumidor vem notando que o calor está acima da média. “A estação mais quente do ano começou agressiva, com a sensação de calor acima da média, com os tradicionais dias abafados, impactando na compra desses eletrodomésticos, concluiu.

Abaixo, segue o nosso Infográfico com os dados da pesquisa.

 

Por Rodrigo Bussolin

Veja também

    PesquisaMarketing

    E-book NRF 2024 apresenta tendências do varejo e comportamento dos consumidores

    Veja mais
    NoticiasEconomia/Finanças

    Debate entre Entidades representativas dá o tom sobre o comportamento referente a...

    Veja mais
    NoticiasEconomia/Finanças

    Obrigatoriedade de integração entre NF e meios de pagamento eletrônico já est...

    Veja mais
    PesquisaAssessoriaNoticias

    Pesquisa do Sindilojas POA revela poucos descontos no material escolar

    Veja mais