Após cinco quedas, volume de cheques devolvidos volta a crescer no País

SÃO PAULO – O volume de cheques devolvidos voltou a crescer no País, após cinco quedas mensais seguidas, segundo dados do Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundo, divulgado nesta segunda-feira (20)….

SÃO PAULO – O volume de cheques devolvidos voltou a crescer no País, após cinco quedas mensais seguidas, segundo dados do Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundo, divulgado nesta segunda-feira (20). Considerando apenas o mês de novembro, a inadimplência com cheques em geral subiu para 1,68%. Mesmo com o resultado, este é o menor patamar de devoluções desde 2005, levando-se em conta apenas o décimo primeiro mês do ano. Na comparação com igual período do ano passado, o total de cheques devolvidos era de 2,04%, passando de 2.058.714 milhões para para 1.597.377 milhões. De janeiro a novembro deste ano, a inadimplência com cheques devolvidos ficou em 1,77%, menor que os 2,17% verificados no mesmo período de 2009.

Preferências

Para os economistas da Serasa Experian, a quebra na sequência de quedas da inadimplência com cheques, em novembro, mostra que o consumidor recorreu a esse instrumento, à vista e a prazo (pré-datado), para as compras no Dia das Crianças. O maior endividamento leva o consumidor a alternar formas de pagamento, evitando extrapolar os limites de crédito, quando definidos.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais