Aumenta parcela de brasileiros que realizam compras pela internet

SÃO PAULO – A parcela da população brasileira que realiza compras pela internet aumentou em quatro anos. Em 2007, o volume era de 13% e, em 2011, chegou a 20%, conforme revela pesquisa da Fecomercio/Ipsos,…

SÃO PAULO – A parcela da população brasileira que realiza compras pela internet aumentou em quatro anos. Em 2007, o volume era de 13% e, em 2011, chegou a 20%, conforme revela pesquisa da Fecomercio/Ipsos, divulgada nesta terça-feira (8). O estudo, realizada com mil entrevistados, de 70 cidades, incluindo nove regiões metropolitanas do País, ainda mostrou que os itens mais adquiridos nos sites são os eletrodomésticos, com 35% das respostas dos consumidores. Depois, aparecem os CDs e DVDs (20%), livros (16%) e ingressos para cinemas ou similares (7%).

Valores gastos

Os consumidores mostraram o quanto gastam na rede, sendo que 22% desembolsam entre R$ 100 e R$ 200, outros 21% gastam de R$ 200 a R$ 500, e 19% acima de R$ 1 mil. Já 19% desembolsam até R$ 100. Entre as formas de pagamentos mais utilizadas, estão o cartão de crédito e boleto bancário. Em 2007, 39% das pessoas utilizavam o cartão de crédito e 41% optavam pelo boleto bancário. Já em 2011 o cartão era usado por 66% dos consumidores e os boletos por 28%. O débito em conta, em 2007, ainda tinha certa relevância em termos de participação, já que 10% dos consumidores optavam por essa modalidade. Em 2011, apenas 3% dos entrevistados responderam que essa é a modalidade mais utilizada.

Acesso à internet

Além das compras on-line e do quanto os e-consumidores gastam, a pesquisa revelou um crescimento no acesso à internet entre 2007 e 2011. No período, o acesso quase que dobrou, passando de 27% de pessoas conectadas em 2007 para 48% em 2011. Quando o assunto é a frequência do uso, entre os brasileiros conectados, 47% afirmam que acessam a rede diariamente. Outros 33% afirmaram que acessam mais de uma vez por semana, enquanto 12% fazem isso só uma vez ao longo da semana. “A principal razão para a difusão da internet no país está no crescimento na venda de computadores, em função do aumento do poder aquisitivo da população nos últimos anos, incentivado pelo crescimento do emprego formal e do acesso ao crédito”, diz a Fecomercio-SP. Outros fatores que contribuíram foram o avanço da tecnologia, o comportamento do dólar nos últimos anos, que favoreceu a importação de produtos e peças, o apelo que a internet ganhou entre a população, inclusive sob influência das redes sociais, e a isenção de PIS e Cofins sobre a venda de computadores e seus componentes, em vigor até 2014.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais