Aumenta uso dos cartões de crédito e débito pela classe C, aponta estudo

SÃO PAULO – Estudo divulgado na segunda-feira (27) pela Visa mostra um aumento da penetração dos cartões de crédito e débito da bandeira nas classes mais baixas, com destaque para a C, cuja penetração…

SÃO PAULO – Estudo divulgado na segunda-feira (27) pela Visa mostra um aumento da penetração dos cartões de crédito e débito da bandeira nas classes mais baixas, com destaque para a C, cuja penetração chegou a 51% em 2010.

De acordo com o estudo, a classe C foi destaque na utilização da moeda de plástico no ano passado, principalmente em compras feitas pela internet: 71% dos pagamentos feitos com Visa em compras pela web foram feitos por esse segmento da população.

Pagamentos de passagens áreas também foram realizados em grande parte por esses consumidores, alcançando participação de 54%. A pesquisa ainda aponta que 40% dos pagamentos de móveis foram feitos por esse segmento da população com cartão de crédito.

“Os meios eletrônicos de pagamento estão se convertendo no meio de pagamento preferido dos brasileiros, devido aos benefícios de segurança, controle e conveniência que oferecem”, ressaltou o diretor executivo de Marketing da Visa no Brasil, Luis Cássio de Oliveira.

A pesquisa foi realizada entre julho e outubro do ano passado, com 1.100 entrevistados. O foco foram consumidores bancarizados e não bancarizados, de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Curitiba, com idade entre 18 e 64 anos.

Similaridade

A pesquisa aponta que, em muitos casos, o pagamento por meio eletrônico foi semelhante, quando consideradas outras classes sociais. Para se ter uma ideia, 28% dos pagamentos em supermercados realizados pela classe C foram com cartão. Na classe A, o percentual chegou a 30%. Nas farmácias, o cartão esteve presente em 20% dos pagamentos da classe C e 22% da classe A. Em segmentos como vestuário, o percentual chegou a 28%, entre os consumidores da classe C, e a 37% entre os da classe A. Já em setores como restaurantes e lojas de conveniência, o pagamento em dinheiro atinge 69% e 76% da preferência, nesta ordem.

Comportamento

No ano passado, o volume de pagamentos com cartões da bandeira Visa, no Brasil, cresceu 24,6%. O crescimento regional do volume de pagamentos na América Latina, por sua vez, alcançou 23,2%, totalizando US$ 270 bilhões. A marca brasileira, por exemplo, é superior aos 16,8% alcançados pelo México e acima do percentual atingido pelo restante da América Latina e Caribe (22,8%). Esse crescimento foi influenciado pela mudança de comportamento dos consumidores brasileiros. O estudo mostra que 57% dos entrevistados consideram o cartão de crédito mais seguro que o dinheiro e 63% afirmam que a grande vantagem do cartão é o fato de poderem adiar o pagamento das suas compras. Já 73% dos entrevistados consideram o cartão de débito mais seguro que o dinheiro, 38% dizem que a grande vantagem é o fato de não precisarem carregar dinheiro em espécie e 21% dizem que, com o débito, eles não gastam mais do que precisam.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais