Aumento da inadimplência não inviabilizará expansão do crédito, prevê Serasa

A perspectiva de inadimplência do consumidor para os próximos seis meses recuou 0,5% em junho na comparação com o mês anterior, registrando a segunda queda consecutiva –o dado de maio foi revisado para…

A perspectiva de inadimplência do consumidor para os próximos seis meses recuou 0,5% em junho na comparação com o mês anterior, registrando a segunda queda consecutiva –o dado de maio foi revisado para queda de 0,2%–, de acordo com o indicador da Serasa Experian divulgado nesta segunda-feira.
Até então, houve uma seqüência de seis meses de elevações, entre novembro de 2009 e abril deste ano. A interrupção de altas, de acordo com os economistas da Serasa, sinaliza que o crescimento no nível de inadimplência tenderá a ser modesto, não devendo impor graves restrições à evolução do crédito para o consumidor.
Para as empresas, o indicador de perspectiva caiu 1,6% em junho, com o décimo quarto recuo mensal consecutivo. Isso sinaliza, para os analistas, que a inadimplência tenderá a diminuir ao longo deste semestre.
A continuidade da expansão econômica brasileira, embora num ritmo mais brando do que o registrado durante o primeiro trimestre, será a principal contribuição para a redução no nível de inadimplência das empresas brasileiras, afirmam os economistas da Serasa.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais