Brasileiros são os mais medrosos ao negociar, diz estudo

Levantamento global do LinkedIn avaliou atitudes dos profissionais ao tentar um aumento de salário ou realizar transações comerciais, levando em conta variáveis como medo e ansiedade

Um estudo global realizado pelo LinkedIn aponta que os brasileiros são os profissionais que mais têm medo ao realizar negociações, como aumento de salário ou transações comerciais. De acordo com o levantamento, o Brasil lidera nessa categoria com 21%, seguido pelo Canadá (5%), Índia e Japão, ambos com 4%. A pesquisa avaliou o comportamento dos participantes no momento da negociação, levando em conta cinco variáveis: medo, ansiedade, confiança, empolgação e indiferença.

Na categoria ansiedade, os Estados Unidos lideram com 39%, à frente da França, (37%), Canadá (35%) e Japão 33%. Os brasileiros aparecem na sétima posição entre os ansiosos, com 20%. Em relação à variável confiança, os profissionais da Índia estão no primeiro lugar (47%), seguidos por Alemanha (43%), Brasil (38%) e Canadá (36%).

Os alemães são os mais empolgados no momento de negociação (21%). A Coreia do Sul está na segunda colocação com 15%, à frente do Brasil (12%) e do Japão (10%). Já a Coreia do Norte lidera o ranking dos países indiferentes à negociação (21%), seguida por Japão (18%), França e Estado Unidos, empatados com 10%. Na questão dos gêneros, 37% dos homens afirmam serem mais confiantes contra 26% das mulheres quando estão negociando.

Veja também

    PesquisaNoticias

    Na comparação com o Dia dos Namorados de 2023, 17% dos lojistas dizem ter vendid...

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra no Centro da capital

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Créditos do BNDES: empresário, você tem acesso a este recurso

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sondagem do Sindilojas POA prevê Dia dos Namorados tímido para o comércio na ca...

    Veja mais