Cerca de 33% das lojas de rua de Porto Alegre já foram assaltadas em 2015

Dado é resultado de um levantamento realizado neste mês pelo Sindilojas Porto Alegre

A falta de segurança no entorno de shoppings centers e em áreas de grande concentração comercial na capital gaúcha traz uma preocupação a mais para quem depende desse negócio para viver. Segundo pesquisa realizada pelo Sindilojas Porto Alegre com lojistas, neste mês de abril, 33% das lojas dos entrevistados já foram assaltadas em 2015, em horário comercial com abordagem aos clientes. Além disso, 50% dos comerciantes entrevistados dizem que suas equipes de funcionários já foram assaltadas no deslocamento de casa para o trabalho e do trabalho para casa. A pesquisa revelou também que dentre o percentual de lojas já assaltadas neste ano, metade já foi assaltada duas vezes e na maior parte delas com arma de fogo.

Segundo o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, além das ameaças a própria vida, a situação coloca em risco o emprego de centenas de pessoas e a sobrevivência de milhares de empresas, que vivem situações diárias de tensão por assaltos, saques e vandalismos. “Estamos vulneráveis em nossa cidade. Com cada vez menos policiais nas ruas, investimento em frota, valorização e renovação das equipes de segurança. Diante desse cenário de extrema sensação de insegurança, estamos pedindo e cobrando ações do setor público para que esse quadro mude”, ressalta.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais