Cheques sem fundo devem aumentar 8% no primeiro trimestre

Para especialista, as despesas nos meses de fevereiro, março e abril merecem maior controle pelos efeitos “pós-excessos” do final e início de ano

Segundo análise realizada pela OKGarante, em decorrência das festas de fim de ano, do pagamento do décimo terceiro e de impostos do início do ano, a expectativa é de que no 1º trimestre o mercado registre um incremento de 8% em relação ao volume de cheques sem fundo. “Nossa inteligência de crédito estima um decréscimo de 3,5% em comparação ao mesmo período em 2011”, explica Antonio Afonso, executivo da OKGarante. Para Afonso, as despesas nos meses de fevereiro, março e abril merecem maior controle pelos efeitos “pós-excessos” do final e início de ano. Ele explica que “são meses onde o índice de inadimplência pode aumentar drasticamente se não houver um controle financeiro no lar”.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais