Classes C, D e E puxam o consumo

São Paulo – As famílias das classes mais baixas C, D e E, que têm renda entre R$ 618,00 e R$ 933,00, foram responsáveis por 65% do crescimento de 5,7% no consumo dos brasileiros, revelam os especialistas….

São Paulo – As famílias das classes mais baixas C, D e E, que têm renda entre R$ 618,00 e R$ 933,00, foram responsáveis por 65% do crescimento de 5,7% no consumo dos brasileiros, revelam os especialistas. Segundo pesquisa, bebidas não alcoólicas tiveram alta de 9,6%, perecíveis (iogurtes, carnes), mais de 9,3% e produtos de limpeza caseira, 5,6%. Com isso, puxaram a expansão do consumo em 2010. O estudo revelou que somente os atacarejos atraíram 3,4 milhões de lares a mais ano passado. Mercados de pequeno porte também estavam na preferência.

Veja também

    Noticias

    Matrículas para selecionados no Capacita + POA tem o prazo prorrogado

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais