Classes C e D puxam vendas de cozinha neste final de ano

Para atender à demanda aquecida de varejo para o final de ano, a Telasul SA, de Garibaldi, precisou aumentar em 30% a produção de cozinhas de aço. O bom momento está sendo puxado pela marca Novitá,…

Para atender à demanda aquecida de varejo para o final de ano, a Telasul SA, de Garibaldi, precisou aumentar em 30% a produção de cozinhas de aço. O bom momento está sendo puxado pela marca Novitá, lançada em setembro. Segundo o gerente da categoria, Andrius Bisolo, a previsão era de que essa linha, com foco nas classes C e D, representasse 15% das vendas de cozinhas de aço até o final do ano, mas os pedidos já somam cerca de 30%. – Por ser mais compacta, com valor mais competitivo, temos visto virar presente de Natal para mães – avalia. Há 38 anos no mercado, a Telasul projeta fechar o ano com um incremento de 20% na venda de cozinhas. O faturamento anual deve ser estufado em 25% ante os R$ 135 milhões de 2009.

Veja também

    Noticias

    Cultura organizacional é foco do debate no Varejo Movimento

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA participa da abertura de Feira da Acomac

    Veja mais
    Noticias

    Comércio Solidário: Sindilojas Poa é parceiro da Fecomércio-RS

    Veja mais
    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais