CNC revisa projeção de vagas temporárias para o Natal

O comércio varejista deve ter um crescimento de 2,2% nas contratações temporárias para as vendas de fim de ano, segundo levantamento da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens,…

O comércio varejista deve ter um crescimento de 2,2% nas contratações temporárias para as vendas de fim de ano, segundo levantamento da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A expectativa de um crescimento maior nas vendas para o Natal levou a CNC a revisar sua previsão de alta nas vagas temporárias, que antes era de 1,8%.
A alta nas vendas deve elevar para 123,4 mil o contingente de trabalhadores a serem contratados. Apesar da melhora na expectativa, o aumento do faturamento ainda deverá ficar aquém dos 8,1% apurados do Natal passado, quando o comércio abriu 120,7 mil vagas temporárias.

O segmento de vestuário segue como o maior responsável pela geração de postos com previsão de abertura de 69,7 mil vagas (56,5% do total). Em seguida, devem vir os segmentos de hiper e supermercados, com 28,3 mil postos (ou 23,0% do total), e de móveis e eletrodomésticos, com 12,1 mil empregos (ou 9,8% do total).

A CNC estima que as vendas do período natalino em 2013 devam ter um crescimento de 4,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais