Com cartão ou à vista

O projeto de lei do senador Adelmir Santana, presidente da Fecomércio do Distrito Federal, aprovado no Senado, que permite ao comerciante oferecer preços diferenciados para quem paga com cartão de crédito e…

O projeto de lei do senador Adelmir Santana, presidente da Fecomércio do Distrito Federal, aprovado no Senado, que permite ao comerciante oferecer preços diferenciados para quem paga com cartão de crédito e com dinheiro ou cheque, promete polêmica. CDL, Sindilojas de Porto Alegre e Federação das CDLs já se manifestaram favoráveis. Sua opinião coincide com a do senador para quem, na formação do preço final, o lojista inclui todos os gastos com as administradoras de cartões e os juros dos 30 dias até o repasse do valor pago com o cartão para a loja Isso pode elevar o preço final em até 12%, pago também por quem não usa o cartão. O projeto do senador Adelmir Santana pode significar um retrocesso à tendência atual de substituir a moeda e o cheque pelo cartão, tanto de crédito como de débito. A rápida adesão das entidades gaúchas do comércio ao projeto encontra a explicação na abusiva taxa de administração, que é imposta hoje pelos cartões.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais