Comércio e serviços respondem por mais da metade dos empregos formais no Rio Grande do Sul

O comércio de bens e serviços é responsável por 52,2% dos empregos com carteira assinada no Rio Grande do Sul. Engloba prestação de serviços, atacado e varejo. O dado aparece na atualização no Mapa do…

O comércio de bens e serviços é responsável por 52,2% dos empregos com carteira assinada no Rio Grande do Sul. Engloba prestação de serviços, atacado e varejo. O dado aparece na atualização no Mapa do Emprego divulgada nesta quarta-feira pela Fecomércio-RS.

O Setor Terciário Privado registrou no ano passado 1,6 milhão de empregos formais. A distribuição das vagas é equilibrada entre homens e mulheres.

As mulheres têm maior participação no setor de atenção à saúde (79,7%). Já os homens estão em maior número nas atividades ligadas ao transporte terrestre (87,4%).

A média de idade dos trabalhadores do comércio é de 35,12 anos. O tempo médio de emprego é de 45,3 meses. Quase metade dos empregos é ocupada por pessoas com Ensino Médio Completo.

A remuneração média mensal de R$ 1.777,48. O setor de serviços paga mais do que atacado e varejo.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas POA participa da aula inaugural de curso com foco em comércio

    Veja mais
    Noticias

    RedeSin: uma rede de vantagens para todos

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticiasVendas

    Café com Lojistas reúne grande público e debate vendas em momentos de crise

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Na comparação com o Dia dos Namorados de 2023, 17% dos lojistas dizem ter vendid...

    Veja mais