Comércio varejista puxa queda de 0,7% no Índice de Vendas do Comércio (IVC) em julho

O comércio gaúcho encerrou o mês de julho de 2014 com uma queda real de 0,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o Índice de Vendas do Comércio (IVC), calculado por meio de…

O comércio gaúcho encerrou o mês de julho de 2014 com uma queda real de 0,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o Índice de Vendas do Comércio (IVC), calculado por meio de convênio entre a Fecomércio-RS e Fundação de Economia e Estatística (FEE), a partir de dados fornecidos pela Secretaria da Fazenda (Sefaz). O IVC está sendo divulgado nesta quinta-feira (18) e abrange as sete mesorregiões do estado e para 30 municípios selecionados.

O resultado negativo foi explicado pelo comportamento das vendas do comércio varejista (IVV), que apresentou, na mesma base de comparação, recuo de 4,3%. Já o comércio atacadista (IVA) voltou a crescer, com alta de 3,0% no mesmo período.

A queda das vendas no varejo em julho ainda está relacionada, embora em menor escala, aos efeitos da Copa do Mundo, que culminou na redução no tempo de abertura de lojas no Estado. No entanto, a diminuição da confiança do consumidor, a inflação e a trajetória dos juros são os fatores que mais tendem a explicar a queda das vendas em seis das nove atividades varejistas pesquisadas. Apenas Produtos Alimentícios e Fumo, Combustíveis e Lubrificantes e Artigos Farmacêuticos, Médico, Ortopédicos, Perfumaria e Cosméticos apresentaram expansão real no período analisado.
No acumulado do ano, o setor de comércio (IVC) apresenta expansão real de 1,1%, estimulado pelo crescimento de 2,8% do comércio atacadista (IVA), já que o comércio varejista (IVV) teve um desempenho negativo de 0,6%, na mesma base de comparação.

Em 12 meses, o IVC cresceu 2,2%, mais uma vez influenciado pelo comércio atacadista, com alta de 3,4%, com desempenho positivo de cinco das oito atividades pesquisadas. Já o comércio varejista (IVV), ao longo dos últimos 12 meses, registrou nova desaceleração, influenciada pela queda em jun/14, seguida de nova retração em jul/14, registrando expansão de apenas 1,1% nessa base de comparação sustentada, especialmente, pela ampliação da massa de salários. Os juros mais altos, o crédito crescendo a taxas mais lentas e a inflação ao redor dos 6,0% no acumulado em 12 meses também contribuem para conter a expansão do comércio varejista.

Em julho de 2014, das sete mesorregiões analisadas, quatro apresentaram queda das vendas no comércio, com destaque para a mesorregião Centro Oriental do Estado, com avanço de 2,1%. Já o maior recuo, de 5,1%, foi verificado na mesorregião Nordeste gaúcha.

Serviço:

Assessoria de Comunicação Sistema Fecomércio-RS: ascom@fecomercio-rs.org.br / (51) 3284.2177 ou 3284.2184

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Poa prestigia solenidade de passagem de comando em Batalhão da PM

    Veja mais
    Noticias

    MPRS lança plataforma para facilitar a inserção de jovens no mercado de trabalho

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades desta semana para as obras no Centro da capital

    Veja mais
    Noticias

    Cultura organizacional é foco do debate no Varejo Movimento

    Veja mais