Comitê busca mapeamento da economia criativa na Capital

Uma reunião com representantes de Secretarias Municipais da Prefeitura de Porto Alegre deu prosseguimento, nessa terça-feira, 12, à implementação do Plano Municipal de Economia Criativa, que está sendo…

Uma reunião com representantes de Secretarias Municipais da Prefeitura de Porto Alegre deu prosseguimento, nessa terça-feira, 12, à implementação do Plano Municipal de Economia Criativa, que está sendo desenvolvido pelo Gabinete de Inovação e Tecnologia (Inovapoa). “A participação do setor publico, dos empresários, da sociedade em geral e dos empreendedores criativos na formulação conjunta do plano é um dos pontos altos deste trabalho”, afirmou a Secretaria de Inovação e Tecnologia, Deborah Pilla Vilella.

Durante o encontro, ocorrido no Inovapoa, a gerente do projeto, Carla Zitto, apresentou aos colegas da prefeitura os principais pontos debatidos pelos grupos de trabalho. “Uma das sugestões apresentadas trata do mapeamento completo da atividade da Economia Criativa em nossa Capital”, afirmou Carla, que também informou sobre os cinco eixos que são a base do Plano: Marcos Legais; Mapeamento e Monitoramento; Territórios Criativos; Promoção, Sustentabilidade e Fortalecimento e Educação Permanente para Competências Criativas.

Também participaram da reunião, Jacson Lumertz, da Secretaria Municipal da Fazenda (SMF), Flavia Pereira, da Secretaria de Trabalho e Emprego (SMTE), Maria Luiza Lisboa, da Secretaria de Turismo (SMTUR), Jossana Bernard, da Secretaria Municipal de Industria e Comércio (Smic), Rodrigo Corradi, da Secretaria de Governança Local, Liziane Cordeiro, do #POAdigital, e Niria Steckel, do Inovapoa.

Veja também

    PesquisaNoticias

    Sindilojas Porto Alegre realiza pesquisa com empresários da capital sobre o uso d...

    Veja mais
    Noticias

    Prefeitura de Poa dá descontos em juros e multas

    Veja mais
    Noticias

    Apoio do Governo Federal para pagamento de salários

    Veja mais
    Sindilojas na MídiaNoticias

    Artigo: O varejo gaúcho, e agora?

    Veja mais