Como os jovens das classes C e D gastam os seus salários

Um estudo feito para entender o comportamento dos jovens brasileiros das classes C e D no mercado de trabalho revela dados interessantes sobre os hábitos e sonhos de consumo dessa geração.

56% desses…

Um estudo feito para entender o comportamento dos jovens brasileiros das classes C e D no mercado de trabalho revela dados interessantes sobre os hábitos e sonhos de consumo dessa geração.

56% desses jovens gastam os seus salários com lazer e bens de consumo – sendo que 80% deles estão em cargos subordinados e apenas 7% pensa em um plano de carreira.

A pesquisa foi feita com 812 jovens entre 16 e 22 anos: em São Paulo, Rio, interior paulista, Recife e Porto Alegre. Os empregos desses jovens eram na área de varejo, telemarketing, redes de fast-food, companhias aéreas, bancos e pequenos negócios.

Ela foi elaborada por Jean Soldatelli, Guilherme Françolin e Daniel Santa Cruz, sócios da consultoria Santo Caos.

Gastos

Entre os paulistanos, 65% prefere gastar seu salário com compras (smartphone, eletrônicos, vestuário) e lazer.

Essa preferência é bem menor em outras regiões: 57% entre os cariocas, 53% entre os gaúchos, 47% entre os jovens do interior paulista e 44% entre os recifenses.

As entrevistas, feitas in loco, foram reveladoras:

“Fomos a lugares onde moravam sete pessoas em dois dormitórios. A casa encontrava-se em um estado ruim de conservação, mas mesmo assim era equipada com videogame de última geração, televisão de 42 polegadas e outros utensílios sofisticados”, conta Jean Soldatelli.

“Isso comprova que os familiares de boa parte desses jovens de classes C e D conseguem fornecer a eles o básico, independente da qualidade, ou seja, moradia, alimentação, transporte e até convênios médicos por mais simples que sejam”, completa.

Preferências

Veja a seguir as preferências de consumo e o modo como esses jovens gastam os seus salários.

Os jovens de todas as regiões gastam mais com compras, mas logo depois vem a preocupação em ajudar com a renda de casa.

Interessante observar também que o lazer consome mais que o investimento em cursos.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais