Como ser um líder melhor para sua empresa

Antes de empreender, Eduardo L’Hotellier trabalhava com consultoria estratégica e tinha acesso a líderes de grandes empresas do país. Quando criou o GetNinjas, um site de orçamentos de prestadores de…

Antes de empreender, Eduardo L’Hotellier trabalhava com consultoria estratégica e tinha acesso a líderes de grandes empresas do país. Quando criou o GetNinjas, um site de orçamentos de prestadores de serviço, se viu diante de uma dezena de funcionários e pouca habilidade para liderar. “Você aprende na consultoria a lidar com quem está acima de você, mas não tem treinamento para lidar com quem está abaixo”, diz.

Para suprir essa necessidade, L’Hotellier foi atrás de recursos para entender o que um líder realmente precisa ter. “Eu li vários livros, alguns não diretamente ligados a gestão, mas também a linguagem corporal e sobre como tratar os funcionários”, conta o CEO do GetNinjas.

Assim como ele, muitos empreendedores acabam tendo uma ótima formação técnica mas erram na hora de lidar com a equipe. Para Luiz Claudio Binato, diretor do Instiad – Instituto de Administração, este é um reflexo do crescimento. “Vejo muita gente começando um negócio e, quando vai crescendo, sai da operação para liderar. As pessoas costumam ter mais competências técnicas, mas quando vão liderar precisam das competências comportamentais”, explica Binato.

Ricardo Chioccarello, gestor da Escola Internacional de Alphaville, sentiu bem essa necessidade. Depois de seis anos de atividade, ele procurava uma maneira para fortalecer a gestão da escola e fez cursos para se aprimorar. “Desenvolvemos uma visão sistêmica, mais humana, aproveitando mais a potencialidade de cada um. Nos aproximamos dos colaboradores e isso quebrou a hierarquia”, conta Chioccarello.

Para Flávia Lippi, diretora-presidente do Instituto de Desenvolvimento Humano Lippi (IDHL), os líderes de hoje precisam saber bem o seu papel na empresa. “O líder aprendeu a ser um executor, a só fazer. Agora, ele precisa criar estratégias e envolver seu pessoal”, opina Flávia. A escola, que tem 660 alunos e 200 colaboradores, é um bom exemplo disso e tem projetos que envolvem toda a equipe. “A gente abre um projeto e convida todo mundo a participar. Isso aproveita a inteligência de cada um”, explica Chioccarello.

Seja com a ajuda de livros, cursos ou mesmo profissionais especializados, é preciso aprimorar o relacionamento com os funcionários para melhorar o clima no ambiente de trabalho e até mesmo o desempenho do negócio. “A liderança precisa formar gestores que saibam utilizar a comunicação eficaz para gerar resultados, com produtividade e um ambiente mais saudável onde as pessoas podem desenvolver ao máximo o seu potencial”, sugere Flávia.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais