Companhias maduras avançam mais no Estado

Entre as empresas que registram forte crescimento, as tradicionais se saem melhor no Rio Grande do Sul. O Estado é o que tem o mais baixo percentual de negócios com menos de cinco anos de vida com expressiva…

Entre as empresas que registram forte crescimento, as tradicionais se saem melhor no Rio Grande do Sul. O Estado é o que tem o mais baixo percentual de negócios com menos de cinco anos de vida com expressiva expansão no país – 19,5% ante 23,2% no Brasil. Esse retrato, divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é de 2008. Segundo a pesquisa, empresas de alto crescimento são as que têm 10 ou mais funcionários e tiveram aumento acima de 20% do pessoal empregado por um período de três anos. Se tiver expansão acima de 20%, mas menos de cinco anos de existência, é classificada de gazela pelo instituto.

– O estudo mostra que no território gaúcho as empresas mais maduras conseguiram ter desempenho mais positivo no período analisado – aponta Denise Guichard Freire, gerente de análise do Cadastro Central de Empregos do IBGE. Segundo o economista da Fundação de Economia e Estatística, Antônio Carlos Fraquelli, a tradição empresarial gaúcha pode explicar o baixo percentual de empresas novas de alto crescimento em relação a outros Estados. – A nossa capacidade empresarial é bem desenvolvida, não há muita margem para grandes impactos de novas unidades – analisa o economista, citando também a base sólida do agronegócio gaúcho.

Em todo o país, entre as 371,6 mil empresas brasileiras com 10 ou mais assalariados, 8,3% apresentaram alto crescimento. Conforme o IBGE, a participação é superior à registrada em países como Áustria e Canadá (ambos em torno de 3%) ou Estados Unidos e Espanha (ambos com cerca de 6%). O seleto grupo foi responsável pela criação de 2,9 milhões de empregos formais de 2005 a 2008 – 57,4% das vagas criadas no Brasil.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais