Comunicado sobre a exposição Caras de Pedra

O Sindilojas Porto Alegre lamenta a destruição da exposição Caras de Pedra, que estava instalada na Fonte Talavera, em frente à Prefeitura Municipal, desde o dia 17 de março, em homenagem à Capital e seus…

O Sindilojas Porto Alegre lamenta a destruição da exposição Caras de Pedra, que estava instalada na Fonte Talavera, em frente à Prefeitura Municipal, desde o dia 17 de março, em homenagem à Capital e seus moradores e visitantes, e informa que os danos são irreversíveis uma vez que as lonas foram cortadas, queimadas e rasgadas. A exposição fazia parte das comemorações aos 242 da cidade.

O objetivo da exposição é resgatar a cultura e a história através das fotografias de rostos e estátuas esculpidos em prédios de Porto Alegre, além de contribuir para que a população aprenda sobre o local onde vive, ampliando a consciência de que devemos preservar nossas memórias. “É inadmissível que continuemos a ver a depredação da nossa cidade por grupos que aproveitam as manifestações para destruir, assaltar e saquear. Quem não preserva e respeita o que é de todos, acaba perdendo a razão em suas reivindicações. E a exposição era da cidade e não da prefeitura ou do Sindilojas Porto Alegre, portanto é uma atitude que vai contra o desenvolvimento do lugar em que vivemos, causa pela qual estes grupos alegam lutar”, afirma Paulo Kruse, presidente da Entidade.

Durante os 17 dias em que as “Caras de Pedra” estiveram na Fonte Talavera, milhares de pessoas passaram pela exposição e puderam conhecer um pouco mais da história de Porto Alegre através da arquitetura e da arte. Outras manifestações pacíficas aconteceram na cidade no período, porém somente a realizada ontem, 2, causou danos às fotos. A ideia inicial do Sindilojas Porto Alegre era de levar o projeto para outros bairros e até mesmo escolas, mas terá de ser revista já que o material foi completamente destruído.

Fernando Bueno, autor das fotos das caras de pedra, também lamenta o ocorrido. “Todos podem se manifestar sem quebrar e destruir o patrimônio que é de todos, sem falar que esse vandalismo menospreza e desvaloriza a história de Porto Alegre”.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais