Conexão Varejo: Sua loja vende pela internet?

Estar onde o consumidor está é essencial para ter sucesso no varejo. Conheça os canais disponíveis e saiba como aproveitar as oportunidades.

O consumidor está cada vez mais exigente e tem pouco tempo disponível. Por isso, oferecer praticidade e estar nos mesmos ambientes que ele é fundamental para se tornar uma opção relevante de compra. Nesse sentido, vender pela internet é muito importante, e se engana quem pensa que o processo é sempre complexo ou deve ser restrito às grandes marcas.

Há várias formas de vender pela internet: pelas redes sociais, aplicativos, WhatsApp, loja virtual própria ou marketplaces – plataformas onde várias empresas podem vender seus produtos e serviços (leia mais na página 6). Conforme Rosangela Mattje, consultora de e-commerce na Mattje Consultoria, os primeiros passos para estar nesse canal devem ser: pensar o negócio de forma estratégica e buscar conhecimento do mercado de e-commerce. “Nem sempre a loja precisa começar com um site próprio, principalmente se não tiver uma marca conhecida. É uma questão estratégica”, afirma.

Ofereça experiência

Nas vendas pela internet, a conveniência, a facilidade e a confiança transmitidas são essenciais para uma boa experiência de compra. Tudo começa com um mix de produtos adequado. Se voltar para um nicho de mercado – como sapatos femininos em tamanho grande ou universo nerd, por exemplo – torna o e-commerce ainda mais diferenciado.

Apostar em marketing digital direcionado, por meio do e-mail marketing, para os clientes que já tiveram algum tipo de contato é outra dica. Para isso, ter um banco de dados com as informações dos consumidores é essencial. “Divulgue os produtos, a marca e a possibilidade de compra pela internet, mas nunca compre bases de e-mails. Os contatos destas listas muito provavelmente não estão interessados e este tipo de ação pode afastá-los”, alerta Rosângela.

 

 

Tipos de e-commerce

m-commerce: é a venda por dispositivos móveis, como smartphones e tablets, por aplicativos ou pelo acesso via navegador. Por isso é importante ter um site responsivo (que se adapta à tela).

s-commerce: é a integração entre e-commerce e redes sociais por meio de ferramentas como avaliações e recomendações. Facebook e Instagram já possuem até funções de venda. Mas não se restringe ao comércio dentro das redes, e sim a tudo o que é impactado por elas.

t-commerce: acontece nas smart TVs, conectadas à internet, com recursos por onde o espectador pode clicar em produtos que aparecem na tela, ter mais informações e até comprar pela TV.

 

Você confere esta e outras matérias na edição de janeiro da revista do Sindilojas Porto Alegre, Conexão Varejo. Clique aqui e leia mais!

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais