Confiança do empresário gaúcho apresenta recuperação após três meses de queda, mostra Fecomércio-RS

Os empresários do setor terciário do Estado estão otimistas a respeito do cenário atual e também das perspectivas futuras. Esse é o resultado da apuração do Índice de Confiança do Empresário do…

Os empresários do setor terciário do Estado estão otimistas a respeito do cenário atual e também das perspectivas futuras. Esse é o resultado da apuração do Índice de Confiança do Empresário do Comércio do RS (ICEC-RS), medido pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) e divulgado regionalmente nesta segunda-feira (8/8) pela Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do RS (Fecomércio-RS). Na capital gaúcha, o índice ficou em 129,0 no mês de julho, demonstrando elevação em relação a junho (120,1) e interrompendo, pela primeira vez, a tendência de queda verificada desde o início da série em março de 2011.

Conforme a análise feita pela Assessoria Econômica da Federação (documento pode ser acessado aqui), os responsáveis pela elevação do ICEC-RS em julho foram as empresas com até 50 empregados, para quem o índice aumentou de 122,2 (jun) para 128,7 (jul). As empresas com mais de 50 empregados, contudo, continuam sendo as mais confiantes e tiveram estabilidade no índice, que atingiu 145,5 pontos em julho, frente a 145,8 de junho.

Para o presidente do Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac, Zildo De Marchi, apesar do processo de desaceleração da economia do país, o movimento de redução do ritmo da inflação e o indicativo de interrupção do ciclo de elevação da Selic pelo Banco Central podem ter contribuído para a elevação da confiança dos empresários no mês de julho. “Estamos há pouco tempo acompanhando a confiança dos empresários gaúchos do comércio. Ainda é cedo para saber se houve uma reversão de tendência de queda, ou se simplesmente estamos nos deparando com uma melhora sazonal”, destaca De Marchi.

O ICEC-RS é composto por três indicadores: Índice de Condições Atuais (ICAEC), que busca refletir a percepção do empresário quanto ao momento presente da economia brasileira, ao setor e à sua empresa em específico; o Índice de Expectativas (IEEC), que capta as expectativas do empresariado sobre o futuro de curto prazo (próximos 6 meses); e o Índice de Investimentos (IIEC), que aborda as expectativas de contratação de funcionários, investimentos e níveis de estoques. Todos os componentes do ICEC-RS tiveram elevação em julho.

Veja também

    Cursos e eventosNoticias

    Como reter e engajar a Geração Z foi tema de evento do Sindilojas POA

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 20/04 a 25/04

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais