Confiança do empresário sobe 4,4% em dezembro

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio do Rio Grande do Sul (Icec-RS) atingiu os 124,5 pontos em dezembro, alta de 4,4% em relação a novembro. Comparado ao mesmo mês de 2011, o resultado está em…

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio do Rio Grande do Sul (Icec-RS) atingiu os 124,5 pontos em dezembro, alta de 4,4% em relação a novembro. Comparado ao mesmo mês de 2011, o resultado está em um patamar 3% inferior. A elevação foi influenciada, principalmente, pela melhora na percepção quanto à situação atual – o Icaec – (102,9 pontos). O nível referente às expectativas quanto ao futuro (153,1 pontos), apesar da queda de 1,5%, segue sendo o mais positivo.

A pesquisa foi divulgada ontem pela Fecomércio-RS. Valores entre 0 e 100 identificam falta de confiança, enquanto entre 100 e 200 representam empresários confiantes. Para a entidade, os números estão dentro da normalidade e mantêm a tendência de recuperação do indicador constatada desde agosto de 2012, apesar de uma pequena queda, considerada pontual, ter acontecido em novembro.

“A condição atual está melhorando porque, no segundo semestre, em que pese o fato de o ano não ter sido bom, observamos um quadro de recuperação, ainda que lento, da economia”, afirma o economista da Fecomércio Lucas Schifino. Em 2013, de acordo com Schifino, a melhora do cenário econômico e a possibilidade de inexistência de um período de seca no Estado devem garantir a trajetória ascendente do Icaec, mesmo que de maneira moderada. As baixas estimativas de crescimento do PIB, entretanto, devem manter o Índice de Expectativas (Ieec) em queda.

Apesar disso, o processo não causa preocupação, pois o valor atual do Ieec é considerado extremamente favorável. O Índice de Investimentos (Iiec), terceiro componente da pesquisa realizada pela Fecomércio- RS, por sua vez, apresentou aumento de 4,4%, passando de 112,5 pontos em novembro para 117,5 pontos em dezembro.

O indicador teve crescimento em todos os seus fatores, com mais força para o nível de investimentos (8,1%) e para a situação dos estoques (5,7%). Em relação ao mesmo período de 2011, o crescimento é de 2%. Além dos investimentos e níveis de estoque, o Iiec aborda as expectativas de contratação de funcionários.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra no Centro da capital

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sindilojas Porto Alegre realiza pesquisa com empresários da capital sobre o uso d...

    Veja mais
    Noticias

    Prefeitura de Poa dá descontos em juros e multas

    Veja mais
    Noticias

    Apoio do Governo Federal para pagamento de salários

    Veja mais