Confira 10 dicas para se manter saudável no ambiente de trabalho

Satisfação profissional é um dos elementos que interfere no bem-estar

A qualidade de vida depende muito da satisfação que as pessoas têm em sua vida profissional, mas hoje, muito mais do que dinheiro, as pessoas querem ser capazes de decidir seus rumos e de enfrentar seus problemas com autonomia e liberdade. Essas são algumas das interpretações possíveis para os dados da pesquisa Índice de Bem-estar (IBE), que desde 2009 busca criar indicadores de bem-estar em Porto Alegre. Relação com o Trabalho e Autonomia e Liberdade são duas das 12 dimensões que integram a avaliação. Na pesquisa realizada com 541 pessoas, os entrevistados responderam sobre sua satisfação com o ambiente de trabalho, a relação com os colegas, o reconhecimento dos superiores e o futuro dentro das empresas nas quais atuam. De modo geral, a nota dada para a relação com o trabalho foi 68,2. A pesquisa apontou que a motivação e a satisfação com as oportunidades que surgem no trabalho são os aspectos mais relevantes. Outro ponto que ficou claro no estudo foi o trabalho auxilia na saúde mental. Algumas atitudes simples no cotidiano profissional podem ajudar a elevar o bem-estar no escritório.

Confira 10 dicas valiosas

1. Mexa-se o máximo possível. Vá receber o cliente ou paciente na porta, faça algumas tarefas em pé, como ler um artigo ou relatório. Isso, por mais simples que seja, fará diferença na queima de calorias ao final de um mês ou um ano.

2. Atenção à postura. Muitas pessoas são acometidas por dores no corpo, principalmente nas costas, e somente depois de algum tempo percebem que sua postura estava errada.

3. Traga a “quentinha” de casa. Se sua alimentação em casa for balanceada, levar a comida do jantar para o almoço pode ser uma boa opção, pois ajuda a limitar a quantidade de alimento ingerido (diferente de ir ao self-service diariamente).

4. Lugar de comer é na mesa. Comer em frente ao computador não é recomendável. Mesmo almoçando no escritório, é importante reservar poucos minutos para prestar atenção na comida e mastigar bem os alimentos.

5. Jamais pule o café da manhã. Pesquisas indicam que as pessoas que tomam um café da manhã saudável permanecem mais dispostas no restante do dia. Insira frutas ou sucos, cereais ou pães integrais, leite ou iogurte desnatado.

6. Evite excessos. Se você anda sentindo muito “sono” ou “preguiça” ao trabalhar depois do almoço, saiba que isso se chama alcalinidade pós-prandial. Sua circulação se dirige mais ao aparelho digestivo e o restante fica meio lento. Portanto, observe a quantidade que anda comendo, evitando o excesso que torna esse efeito maior.

7. Faça pequenos lanches entre as refeições. Mantenha seu metabolismo funcionando durante todo o dia, que vai ajudá-lo também a ingerir menor quantidade de alimentos nas refeições maiores, como almoço e jantar. Para isso, faça pequenos lanches entre as refeições, procurando alimentar-se a cada três a quatro horas.

8. Prefira os carboidratos em sua forma integral e em quantidade pequena. O excesso de carboidratos em um prato, principalmente sem proteínas, leva a um aumento da insulina muito rápido, e por isso pode ser seguido de fraqueza, além de favorecer o acúmulo de gordura abdominal.

9. Fique longe dos doces. A sensação de necessidade de algo doce pode ser por conta de uma privação de carboidratos integrais, como pães, arroz, batata, massas, que é a fonte energética preferida pelo corpo. Aí, quando o corpo necessita do açúcar, ele acaba pedindo na forma pura. Coma bem no almoço e fuja do quindim na sobremesa.

10. Opte por produtos que tenham níveis controlados de gordura saturada, gordura trans, sódio e açúcar. Confira sempre a tabela nutricional e fique de olho na quantidade de açúcar e sódio contido nos alimentos industrializados.

Veja também

    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA e CDL POA promovem ação para limpeza do Centro Histórico da Capital

    Veja mais
    Noticias

    Cartilha Estado de Calamidade: seguros disponíveis e auxílio reconstrução

    Veja mais