Confira 5 dicas para empreender no mundo virtual

Empresa dá conselhos para superar os principais problemas enfrentados no meio.

Vista como a “terra” das oportunidades para muitos empreendedores, a internet apresenta diversos empecilhos para quem deseja…

Empresa dá conselhos para superar os principais problemas enfrentados no meio.

Vista como a “terra” das oportunidades para muitos empreendedores, a internet apresenta diversos empecilhos para quem deseja abrir uma loja virtual. Contudo, erros frequentes cometidos durante fase nicial de abertura de um portal de comércio podem resultar na perda do investimento.

Para auxiliar as as pequenas e médias empresas que iniciam as vendas no mundo virtual, a plataforma Nuvem Shop dá dicas de como contornar os principais problemas enfrentados no meio.

Veja a lista abaixo:

1. Compreenda o negócio e as diferenças entre o virtual e o tradicional

Um negócio online funciona de maneira semelhante ao de uma loja física. As diferenças entre eles ficam por conta das necessidades estruturais e despesas: na estrutura física, existem despesas de contratação de funcionários, design e decoração da loja, impostos imobiliários. Já a loja online demanda investimentos em webdesign e experiência otimizada do usuário, logística de entrega e embalagem.

Para um plano de negócios bem-sucedido, é necessário também atentar para especificidades do e-commerce: otimização do checkout, estratégias específicas de marketing online, sistemas de transações financeiras online e as suas respectivas taxas.

2. No lançamento, tenha estoque enxuto e fique atento às reações do mercado

A internet é lugar de concorrência acirrada, onde produtos e sites disputam atenção do consumidor. Ao mesmo tempo, é um espaço que permite o uso da criatividade para atrair o comprador – e isso não significa necessariamente ter um produto revolucionário, mas sim apostar em pequenos detalhes que forneçam vantagem competitiva.

O mais importante não é ter a coleção ou estoque completo de uma gama de produtos antes do lançamento; mas, sim, trabalhar com estoque enxuto e receber retorno constante do mercado almejado.

3. Tire a ideia do papel e torne-a relevante dentro do seu negócio

Aqui vem a parte do trabalho duro, que é tornar a ideia um negócio realmente rentável. É quando podem ocorrer as falhas, seja na parte de estruturação da empresa, ou na utilização adequada das ferramentas de aquisição de clientes.

Esse também pode ser o caso do empreendedor individual, que encontra no comércio eletrônico a complementação de renda, e pode se perder na gestão do tempo com as demandas implicadas em se ter um negócio online.

A empresa online deve ser pensada como um braço importante do negócio e que necessita de investimentos contínuos em diversas frentes, afinal, onde existem as geniais ideias também deve haver viabilidade econômica e planejamento, já que a concorrência sempre baterá à porta.

4. Invista em marketing online

Almejar crescimento em um negócio online sem investir no marketing é como pretender crescer uma loja física simplesmente abrindo e esperando os clientes chegarem.

As ferramentas de marketing online ultrapassam a divulgação: selas serão o principal canal de prospecção de clientes. Pelo menos até que a loja online comece a gerar um bom volume de vendas somente com o tráfego direto (consumidores que entram diretamente na sua loja) e tráfego orgânico (comumente conhecido como SEO).

Entre as principais ferramentas de anúncios estão as do Google AdWords, serviço de anúncio online da Google. As redes sociais como Facebook e Twitter podem ser utilizadas como canal de expansão, principalmente em branding – ou seja, mais focado no reconhecimento da marca e um pouco menos em aquisição.

5. Atenda bem o cliente antes e depois para conquistar boa reputação

O empreendedor online precisa evitar que o distanciamento físico se torne um empecilho na relação com o consumidor, evitando a insegurança que surge quando não se pode tocar o produto ou tê-lo no mesmo momento da compra.

É nesse momento que o atendimento via telefone, e-mail ou chat ganha importância. Em geral, a internet demanda um tempo de resposta rápida e mais ágil, principalmente quando se trata de redes sociais como Twitter e Facebook.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais