Confira quando investir o décimo terceiro na bolsa de valores

SÃO PAULO – Os brasileiros devem receber a primeira parcela do décimo terceiro salário até esta terça-feira (30), sendo que a outra metade será paga até 20 de dezembro. Entre os diversos destinos deste…

SÃO PAULO – Os brasileiros devem receber a primeira parcela do décimo terceiro salário até esta terça-feira (30), sendo que a outra metade será paga até 20 de dezembro. Entre os diversos destinos deste dinheiro, estão pagar contas, dívidas, poupar ou, por que não, investir na bolsa de valores. Mas quando esta é uma boa opção?
A resposta deve ser dada depois de levar em conta o seu orçamento. “Você pode investir na bolsa desde que não precise do dinheiro no curto prazo. Se quiser investir para tirar em janeiro o dinheiro para pagar IPVA, IPTU, mensalidade escolar ou a fatura do cartão, será um péssimo negócio”, afirmou o educador financeiro Mauro Calil.

Quem tem dívidas também deve priorizá-las. Isso porque os juros pagos nelas são muito altos e dificilmente a pessoa encontrará uma modalidade de investimento que supere isso. “Primeiro, pague as dívidas, porque elas representam juros que estão rendendo contra você. Depois, pense em investimentos”, orientou Calil. E a opção por investir o décimo terceiro em bolsa deve ser feita apenas para quem tem um longo horizonte de tempo, o que significa deixar o dinheiro render por no mínimo cinco anos, na visão do educador financeiro.

Conservadorismo na bolsa

Agora, se você pensa que a bolsa é só para os investidores mais arrojados, está enganado. É possível ser conservador investindo em ações. Basta pensar nas empresas que são boas pagadoras de dividendos.

A quem não sabe, o dividendo é o pagamento efetuado pela empresa aos seus acionistas por meio da distribuição de parte do lucro líquido, subdividido de acordo com as diferentes classes de ação. O montante, a ser pago em dinheiro e de forma proporcional à quantidade de ações possuídas, deve ser decidido pelo conselho administrativo e, em geral, é pago anualmente, semestralmente ou trimestralmente.

De acordo com o agente autônomo Carlos Martins, estes ativos geralmente possuem pouca volatilidade na bolsa, o que garante um risco mais baixo entre outros negociados no mercado e garantem lucros superiores às chamadas rendas fixas.“Em comparação à poupança, que paga anualmente cerca de 7% ao ano, as ações que pagam dividendos chegam a até 12%, além da valorização dos ativos”, disse ele, acrescentando que uma boa pedida em 2011 serão os papéis do setor de energia elétrica. “Com o crescimento do PIB [Produto Interno Bruto], aumenta a demanda por energia em todos os setores, seja residencial ou comercial”, comentou.

Ainda segundo Martins, investir o décimo terceiro em dividendos é uma forma de garantir durante o ano uma lucratividade expressiva. “Empresas boas que se valorizam e pagam dividendos podem, em alguns anos, tornar-se uma fonte de receita importante nas suas finanças, complementando ou substituindo o seu salário. E tudo depende de uma decisão bem tomada com o dinheiro extra do fim de ano, tudo o que o investidor precisa é começar a fazer”.

Quanto investir?

Em relação ao valor do décimo terceiro, hoje, pode-se aplicar com pouco dinheiro na bolsa. Mas, na opinião de Calil, um fundo de investimento em ações pode ser a opção mais certa para quem tem baixas quantias, já que aplicar direto na bolsa tem o custo das transações e de custódia, que diminuem os ganhos. “Entre em um fundo, leia suas regras, e vá investindo. Além do décimo terceiro, faça aportes pequenos ao mês. Depois disso, vá para a bolsa”, afirmou. Ao pequeno investidor, Martins ainda disse que a tecnologia joga a favor, já que agiliza as transações. “A pessoa abre uma conta em uma corretora por e-mail, envia as informações necessárias digitalizadas pela internet, encontra as melhores empresas para investir no próprio site da corretora e compra e vende suas ações com apenas um clique”.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais