Consumo de artigos esportivos deve crescer 8% em 2014

Classe B será responsável por 45% dos gastos com esses produtos, seguida da Classe C, com 39%. Região Sudeste concentra metade do potencial de compra dos itens no Brasil

O consumo de artigos e calçados esportivos deve aumentar em 2014, com vendas estimadas de R$ 16,3 bilhões para o ano. Caso se confirme, o montante representará um crescimento de 8% em relação a 2013, segundo pesquisa da Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do IBOPE Inteligência. Em média, cada habitante gastará R$ 95,91, ante R$ 92,30 no ano passado.

O maior potencial de aquisição vem da classe B, com R$ 7,32 bilhões, o que representa 45% do total. Já a classe C tem um consumo estimado em R$ 6,37 bilhões, 39% do total. O estudo também mostra que a região Sudeste concentra metade do potencial de consumo do país, com R$ 8,41 bilhões. No entanto, a região Sul apresenta maior incidência no gasto por pessoa, com R$ 123,29. No Sudeste o valor por indivíduo é estimado em R$ 106,89, enquanto no Centro-Oeste é de R$ 105,98. No Norte, o potencial é de R$ 66,90 e no Nordeste, R$ 64,09.

Na análise por classe e região, a classe B do Sudeste lidera com R$ 3,98 bilhões. A classe C, também do Sudeste, aparece em seguida, com R$ 3,22 bilhões. A região Norte apresenta a menor intenção de compra em todas as classes, tendo o maior gasto na classe C (R$ 344,27 milhões) e o menor nas classes D e E (R$ 99,38 milhões).

O potencial de consumo refere-se apenas ao consumo domiciliar, ou seja, às compras de pessoa física junto a varejistas do ramo e inclui a aquisição de tênis, equipamentos esportivos, bicicleta, aparelhos de ginástica, acessórios para pesca e acampamento, entre outros.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais