Copa 2014: ações preparam e projetam a cidade

Em 2010, a prefeitura promoveu diversas ações para fortalecer a preparação da cidade para o mundial. Para o Município, a Copa do Mundo é a oportunidade de realizar obras e projetos aguardados pela Capital…

Em 2010, a prefeitura promoveu diversas ações para fortalecer a preparação da cidade para o mundial. Para o Município, a Copa do Mundo é a oportunidade de realizar obras e projetos aguardados pela Capital e por sua população há muitos anos e que resultarão em um legado de desenvolvimento e projeção internacional de Porto Alegre.

O ano passado foi de intensa negociação com o governo federal buscando financiamentos para a realização de obras de mobilidade urbana, visando à qualificação do transporte coletivo e do trânsito na cidade. Coordenado pela Secretaria Extraordinária da Copa de 2014 (Secopa) e pela Secretaria de Gestão e Acompanhamento Estratégico (Smgae) o esforço resultou no financiamento de cerca de R$ 540 milhões, que serão investidos em 10 projetos prioritários.

Além das questões de obtenção dos recursos, a equipe técnica da Secopa trabalhou na elaboração e análise das dez obras previstas, que correspondem à duplicação das Avenidas Tronco e Beira-Rio, execução de dois viadutos e três passagens de nível na Avenida Terceira Perimetral, duplicação da rua Voluntários da Pátria – cuja rótula já foi entregue pela prefeitura em parceria com a Concepa -, Complexo da Rodoviária, implantação de BRTs nas avenidas Assis Brasil, Protásio Alves e Bento Gonçalves, o Sistema de Monitoramento por câmeras de vídeo e o prolongamento da Avenida Severo Dullius.

Nas próximas semanas o projeto de duplicação da Avenida Tronco deverá ser concluído. Desde a assinatura da Matriz de Responsabilidade, a prefeitura vem negociando junto à comunidade a melhor alternativa para a transferência das mais de 1,5 mil famílias da comunidade. Cerca de 30 áreas para reassentamento estão em estudo. Um comitê gestor específico para o projeto de duplicação da Avenida Tronco foi instituído pelo prefeito José Fortunati.

Além das ações que estão em etapa de projeto, outras iniciativas com vistas ao mundial já estão em execução na cidade. “A Copa do Mundo de 2014 já é uma realidade, mas temos convicção de que há muito para avançar e que a participação de todos é fundamental”, destacou Fortunati, lembrando obras que já tiveram início, como o Projeto Integrado Socioambiental (Pisa), que elevará o índice de tratamento de esgoto dos atuais 27% para 77%, além de devolver a balneabilidade ao Guaíba, a duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio) para facilitar o acesso à Zona Sul, ações de revitalização do Centro Histórico, a transferência de famílias da Vila Dique, que permitirá a ampliação do Aeroporto Internacional Salgado Filho e a reforma do estádio Beira-Rio.

Preparação

Ao mesmo tempo, a Secopa promoveu eventos preparatórios para o mundial. Em maio, foi realizado o seminário Porto Alegre e as Cidades da Copa de 2014, no hotel DeVille. No evento, os prefeitos Fortunati, e o de Stuttgart, na Alemanha, Wolfgang Shuster, assinaram termo de cooperação técnica entre as duas cidades visando a preparação da capital gaúcha para o mundial em 2014. O seminário debateu, entre outros temas, mobilidade urbana e transporte, segurança, estádios, turismo, marketing, voluntariado e serviços para a Copa do Mundo.

Em novembro, a prefeitura deu mais um passo na sua preparação para o mundial lançando a logomarca de Porto Alegre para a Copa do Mundo, seguindo o padrão da Fifa de uma única marca brasileira, modificando o nome das cidades sede. Junto com o lançamento da logo, o prefeito Fortunati criou o Comitê Organizador Sede – Porto Alegre 2014. Além de atender às exigências da Fifa, a nova formatação da cidade para o mundial integra entidades civis na preparação para o evento.

O trabalho é realizado em sete eixos temáticos nas áreas de Mobilidade Urbana, Turismo e Hotelaria, Marketing e Eventos, Infraestrutura Esportiva, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Voluntariado, Capacitação Profissional e Protocolo, Promoção Comercial, Tecnologia e Serviços Públicos. As sete câmaras temáticas seguem o exemplo das realizadas pelo governo federal. A primeira Câmara implantada foi a de Turismo e Hotelaria. Junto ao setor, a prefeitura vem discutindo alternativas para a promoção e qualificação do turismo, bem como ampliação da rede hoteleira.

Também foram indicados à Fifa três estádios que servirão como Campos Oficiais de Treinamento (COTs) durante a Copa do Mundo. A prefeitura escolheu o Estádio Passo D’Areia, do Esporte Clube São José, o Parque Esportivo da PUCRS, e o projeto Arena, do Grêmio, para abrigarem treinos de seleções. Depois de vistorias técnicas, a Secopa enviou a relação dos COTs à Fifa, preenchendo um questionário sobre os locais. Na última semana do ano, integrantes do Comitê Organizador da Copa do Mundo Brasil 2014 estiveram em Porto Alegre para vistoriar as indicações da prefeitura e traçar um diagnóstico local.

Uma exposição mostrando a história das 18 copas do mundo e a participação dos gaúchos nos mundiais foi promovida no Shopping Praia de Belas no mês de junho. Parceria entre prefeitura com a Federação Gaúcha de Futebol, Banrisul e Praia de Belas, a mostra contou com 24 painéis com fotos e textos. Durante a Copa do Mundo da África, a prefeitura instalou telões no Largo Glênio Peres para a população assistir aos jogos. Uma equipe do governo viajou à África para participar do Programa Observadores, promovido pela Fifa, em Johanesgurgo. A organização da cidade para a final da Copa Libertadores da América, no Estádio Beira-Rio, em agosto, também serviu como teste para ações nas áreas de segurança, trânsito, iluminação, pavimentação, limpeza urbana, fiscalização e comunicação.

Estádios

A prefeitura também é parceira nos projetos do Sport Club Internacional na reforma do Estádio Beira-Rio para receber as partidas e do Grêmio Footbol Porto-alegrense na construção da Arena do Grêmio, que poderá abrigar treinos de seleções. No projeto Gigante para Sempre deverão ser investidos R$ 150 milhões em reforma do estádio, construção de cobertura e camarotes, conforme as normas da Fifa, centro de convenções, hotel, delegacia e centro de medicina esportiva. O espaço abrigará 62 mil pessoas. Já a Arena do Grêmio, cujas obras estão em andamento no bairro Humaitá, terá capacidade para 52 mil pessoas com uma arena multiuso para atender atividades esportivas e outros eventos. O investimento gira em torno de R$ 500 milhões. A administração municipal regulamentou ainda a lei complementar nº 605, que isenta pessoas física, jurídica ou equiparada, nacional ou estrangeira, do ISSQN, IPTU, ITBI, das taxas instituídas pelo Município e da contribuição para custeio dos serviços de iluminação pública (CIP). A proposta atende exigências da Fifa em relação às cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Pela lei, são beneficiadas pessoas jurídicas credenciadas pelo Município e contratadas por clube de futebol profissional para a construção, ampliação, reforma ou modernização de estádio de futebol e respectivos estacionamento e centro de imprensa, conforme interesse do Comitê Organizador da Copa do Mundo Brasil 2014.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais