Corte no orçamento pode chegar a R$ 60 bi

Para cumprir a promessa de obter superávit primário de 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB), o governo Dilma precisará economizar mais de R$ 50 bilhões. A avaliação partiu de corretoras, que aguardam a…

Para cumprir a promessa de obter superávit primário de 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB), o governo Dilma precisará economizar mais de R$ 50 bilhões. A avaliação partiu de corretoras, que aguardam a divulgação do valor que será cortado do orçamento pelo governo. A expectativa é superior às apostas do mercado financeiro, que apontam para corte de R$ 40 bilhões. O tamanho da economia servirá como uma indicação importante do compromisso do governo com a redução dos gastos públicos. A corretora Convenção estima que o contingenciamento necessário para cumprir a meta de superávit de 3,1% do PIB chegue a R$ 64 bilhões. Pelas contas da LCA Consultores, o corte de gastos teria de atingir R$ 54 bilhões. A Tendências Consultoria Integrada também estima um corte de mais de R$ 50 bilhões.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais