Crédito: brasileiro paga mais que o dobro por IOF em um ano

O aumento da alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) resultou em uma arrecadação de R$ 585 milhões com o imposto nas operações de crédito para pessoa física em outubro deste ano, montante…

O aumento da alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) resultou em uma arrecadação de R$ 585 milhões com o imposto nas operações de crédito para pessoa física em outubro deste ano, montante 137,19% superior ao registrado no mesmo período do ano passado (R$ 246 milhões), o que significa que a arrecadação mais que dobrou.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (19) pela Receita Federal. A alta de 0,38% na alíquota do IOF fez parte de um pacote de medidas tomadas pelo governo, no início do ano, para compensar o fim da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

Quando comparado com o mês anterior, por sua vez, é possível notar queda na arrecadação do IOF para pessoa física, uma vez que ela havia sido de R$ 666 milhões em setembro (-12,16%).

Operações
De acordo com os dados, a arrecadação com o IOF nas operações de crédito para pessoa física e jurídica e nas de câmbio – entrada e saída de moeda – chegou a R$ 1,465 bilhão no décimo mês do ano, alta de 175,14% frente ao mesmo período de 2007. No acumulado do ano, a arrecadação chegou a R$ 14,675 bilhões, alta de 195,82% frente ao ano passado.

A arrecadação com as pessoas jurídicas cresceu 138,54% na comparação entre outubro de 2008 e de 2007

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra no Centro da capital

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sindilojas Porto Alegre realiza pesquisa com empresários da capital sobre o uso d...

    Veja mais
    Noticias

    Prefeitura de Poa dá descontos em juros e multas

    Veja mais
    Noticias

    Apoio do Governo Federal para pagamento de salários

    Veja mais