Cuidado com 5 frases que “minam” o seu negócio

O Empresário que abre o seu próprio negócio e não pensa em crescer, está começando a se “auto-sabotar”. Sair da zona de conforto é importante para empreendedores que desejam ser referência no…

O Empresário que abre o seu próprio negócio e não pensa em crescer, está começando a se “auto-sabotar”. Sair da zona de conforto é importante para empreendedores que desejam ser referência no mercado.

Zona de conforto é aquele espaço que faz as pessoas se sentirem bem e sem preocupações. Quem abre um negócio sabe que deve estar pronto para abrir mão deste momento. As incertezas e dúvidas que cercam uma pequena empresa exigem que os empreendedores inovem e arrisquem cada vez mais.

Correr riscos, experimentar novos processos e ter ousadia são atitudes que não devem ser esquecidas por quem empreende e alcançou alguns de seus principais objetivos. “Para empreender é necessário sair da zona de conforto”, afirma Rafael Jakubowski, diretor comercial da agência Sanders Marketing Digital.

“O empreendedor já tem uma vantagem, pois tem um desejo de mudar e fazer as coisas acontecerem”, afirma Maximiliano Tozzini Bavaresco, consultor da SONNE Branding. Veja abaixo outras recomendações dos especialistas para inovar mais no dia a dia:

1. “A concorrência já fez e não deu certo”
Para inovar, buscar referências em cases de sucesso é essencial. Entretanto, é desaconselhável focar no seu negócio de acordo com o que a concorrência fez ou deixou de fazer. “Mais experimentação e menos benchmarking”, aconselha Valter Pieracciani, sócio-fundador da Consultoria Pieracciani.

Pieracciani explica que o erro de copiar soluções dos outros é que o empresário pula a etapa de experimentar hipóteses. Ao se arriscar mais, o empreendedor fica mais aberto para testar ideias que outras pessoas descartaram e aumenta suas chances de descobrir novidades para o seu negócio.

2. “Não tem como calcular os números”
Quando o assunto é inovação, a dificuldade para calcular quanto custará os gastos de implementação de uma ideia pode ser enorme. “Quanto mais nova a solução, mais difícil é mensurar os resultados”, afirma Pieracciani.
Mas, nem por isso empresários devem deixar de mudar ou ignorar sugestões que podem vir a aperfeiçoar o seu produto ou os processos da empresa. Além disso, é importante elaborar um planejamento básico, levando em conta vários cenários.

3. “Preciso ter uma ideia brilhante”
Independentemente da área que você atua, a matéria-prima para inovação é o conhecimento. Para Bavaresco, quanto mais você conhece sobre o assunto ou o negócio, mais fácil será ter uma ideia, que não necessariamente precisa ser brilhante. Uma ideia maravilhosa sem mercado não vale nada.

Além disso, para se ter insights é recomendável ter contato com profissionais de outras áreas que podem ter um outro olhar sobre as dificuldades do seu mercado de atuação.

4. “Não estamos preparados para mudanças”
A sensação de perda é que prevalece quando há um anúncio de que alguma coisa vai mudar. “A autopreservação é um freio para inovação”, afirma Pieracciani.

Para Jakubowski, desejos profissionais e pessoais devem estar alinhados e devem ser atualizados constantemente e não apenas uma vez por ano. Dessa maneira, o empreendedor se regra para aprender a se posicionar em diferentes cenários.

5. “Nós fazemos isso há muitos anos e sempre funcionou”
A zona de conforto de um empresário pode vir de uma série de acertos ou erros do passado. Eles não devem nortear o caminho de uma pequena empresa e, sim, servir de combustível para aprimorar o negócio.

“O comportamento das pessoas está mudando rapidamente. O que te deu sobrevivência no passado não garante a perpetuação do negócio”, explica Bavaresco.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais