Curso gratuito no Sindilojas Porto Alegre requalifica ex-guardadores de carro

Uma turma de 12 alunos participou de um curso de requalificação na Gestão da Excelência no Varejo

Grandes mudanças muitas vezes precisam de uma rede de suporte para serem possíveis. Pensando nisso, o Sindilojas Porto Alegre, em apoio às iniciativas do Sine e da Prefeitura de Porto Alegre, promoveu um curso gratuito para requalificar ex-flanelinhas da cidade. A proposta previa apresentar uma alternativa à atividade dos guardadores de carro, que está proibida na Capital em decorrência da Lei dos Flanelinhas, sancionada pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior em janeiro deste ano.

Com seis horas de duração, o curso de Gestão da Excelência no Varejo foi oferecido gratuitamente pela professora Luciana Roberta de Moura, que também ministra capacitações para os associados do Sindilojas Porto Alegre. "O conteúdo foi ajustado a partir de vários treinamentos que já realizamos no Sindilojas em outras oportunidades. Então, não há nada menos. É uma acolhida completa. Existe um esforço de todas as entidades que se propuseram a participar da requalificação para que eles possam se desenvolver, basta quererem a mudança", comentou a professora. 

Para o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, esta também é uma forma de contribuir para o desenvolvimento da cidade e do varejo. "Fez todo sentido, quando o SINE e a prefeitura nos procuraram, oferecermos esse curso de excelência no atendimento e vendas para ajudar na reintegração dos flanelinhas ao mercado de trabalho. O varejo sempre tem vagas e vamos colocar esses currículos em nosso banco", disse.

"É sempre muito importante contar com a parceria do Sindilojas Porto Alegre, que sempre se envolve com esse olhar mais humano para as questões do município. E este trabalho em rede mostra o quanto é importante unirmos forças para qualificar as pessoas", ressaltou o secretário interino de Desenvolvimento Social e Esporte, Nelson Beron.  

Expectativas superadas

A turma foi composta por 12 alunos, que participaram atentamente do treinamento, incluindo uma etapa de simulação de entrevista de trabalho. Após o curso, todos receberam certificado de conclusão.  

"A princípio, eu não tinha ideia do que realmente se tratava, Mas foi de ótima qualidade, muito bem aproveitado em todos os fatores. Vou levar como mais uma experiência na minha vida profissional e como uma inovação no meu modo de pensar sobre tudo isso. Trabalhei por 15 anos como guardador de carro e agora é uma nova etapa, quero uma vida profissional. Espero que todos enxerguem e deem uma oportunidade, que nos vejam de uma forma mais humanizada", contou Oscar Luiz da Silva, de 52 anos. 

Enquanto para Oscar não foi a primeira capacitação feita, para Alisson Rafael Bitencout de Oliveira, de 20 anos, essa foi a primeira oportunidade. "Eu nunca fiz um curso. Agora eu tenho um certificado para mostrar para a minha mãe. Quero encontrar um trabalho, quero sair dessa situação que me encontro de morar na rua", contou. 

Após 23 trabalhando como flanelinha, Antônio Carlos da Silva, de 41 anos, foi um dos participantes.  "Honestamente, a minha expectativa quando eu cheguei era zero. Mas, no decorrer do curso, eu vi que tem solução. Estou sem palavras pela recepção que tivemos aqui", 

Parceria

Além do conteúdo oferecido gratuitamente pela professora Luciana Roberta de Moura, os alunos tiveram lanche nos intervalos, que contou com o apoio da Confeitaria Bonabessa. 

Veja também

    PesquisaNoticias

    Sindilojas Porto Alegre realiza pesquisa com empresários da capital sobre o uso d...

    Veja mais
    Noticias

    Prefeitura de Poa dá descontos em juros e multas

    Veja mais
    Noticias

    Apoio do Governo Federal para pagamento de salários

    Veja mais
    Sindilojas na MídiaNoticias

    Artigo: O varejo gaúcho, e agora?

    Veja mais