Desemprego no Brasil é menor que em países ricos

Pela primeira vez, o Brasil apresenta taxa de desemprego abaixo dos países ricos e, pelo menos nas áreas metropolitanas, inferior à média mundial. Além disso, um jovem em busca de emprego encontrará uma…

Pela primeira vez, o Brasil apresenta taxa de desemprego abaixo dos países ricos e, pelo menos nas áreas metropolitanas, inferior à média mundial. Além disso, um jovem em busca de emprego encontrará uma oportunidade mais facilmente no Brasil do que nas grandes cidades europeias ou americanas.

Também de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), há mais jovens desempregados nos Estados Unidos e na Europa que no Brasil. O problema aqui é que a qualidade dos empregos é baixa e o mercado nacional não consegue gerar maior produtividade, que começa a ser superado pelos chineses.

O fenômeno da troca de posições entre emergentes e ricos é o espelho de uma situação no mercado de trabalho que tem surpreendido até mesmo os especialistas. O desemprego não caiu nos países ricos, apesar do fim da recessão, enquanto em algumas das grandes economias emergentes chega a faltar mão de obra. – Hoje, o Brasil está em situação melhor que antes da crise em termos de geração de emprego – afirma Theo Sparreboom, economista da OIT.

Antes da crise, em 2007, a taxa de desemprego no Brasil era de 8,2%. Hoje, é de 5,7%. Em 2007, o mundo apresentava desemprego de 5,6%. Hoje, chega a 6,2%. Nos países ricos, a taxa é de 8,8% em 2010, ante meros 5,8% em 2007. “O Brasil é um dos raros casos onde há uma tendência contrária ao que ocorre pelo mundo”, informa a OIT. Conforme o governo brasileiro, 2,5 milhões de empregos formais foram criados em 2010.

Segundo a OIT, porém, nem tudo é positivo no Brasil. Apesar da explosão do número de empregos, a qualidade dos trabalhos, salários e proteção social ainda são problemas que o país terá de enfrentar.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais