Dia das Mães deverá movimentar R$ 276 milhões no comércio de Porto Alegre

Levantamento do Sindilojas Porto Alegre indicou que perfumes e cosméticos devem ser os produtos mais comprados.

Após um ano de lojas fechadas em uma das principais datas para o comércio, o Dia das Mães deverá contribuir para a retomada do ritmo de vendas tão aguardado neste período. Segundo levantamento realizado pelo Núcleo de Pesquisa do Sindilojas Porto Alegre, a estimativa é que R$ 276 milhões sejam movimentados no setor, 16% a mais que a projeção indicada na pesquisa de 2019.

O destaque da sondagem se dá para a lista dos presentes mais buscados: desta vez, itens de perfumaria e cosméticos aparecem na primeira posição, com 23,7% das intenções de compra, tomando o lugar das roupas, que surgem logo após, com 22%. A responsável pela pesquisa, Thaís Del Pino, observa que o dado indica uma mudança de comportamento de consumo trazida pela pandemia: “com mais pessoas ficando em casa, tanto a necessidade quanto a intenção de comprar roupas acaba ficando um pouco de lado, dando espaço para novas oportunidades de venda”, analisa. Calçados (9,4%), acessórios (8,6%) e artigos de cama, mesa e banho (8%) – que este ano, ao contrário de 2019, devem superar a busca por flores (4,3%) e chocolate (7,8%) – vêm em seguida na lista.

De acordo com os entrevistados, o preço e as promoções são os principais fatores que contribuem para a escolha do presente em determinada loja. A grande maioria (86,4%) declarou, ainda, que deverá escolher e pagar o presente sozinho, e não dividir a escolha e o pagamento com familiares, como deverão fazer 3,4% dos consumidores.

Em relação à forma de pagamento, 58,8% devem optar por pagar à vista, no cartão ou dinheiro. Outros 47,8% deverão parcelar as compras, um aumento de 25,3 pontos percentuais comparado à intenção levantada em 2019, quando 22,5% pretendiam parcelar.

O período de maior movimento nas lojas deve acontecer nesta semana, cerca de 15 dias anterior à data, com a concentração de 45,7% das pessoas, quase metade de todo o movimento previsto. A estimativa, segundo a pesquisa, é que as lojas de shopping recebam o maior número de clientes (45,1%), seguidas do comércio de rua (34%). A busca pelos presentes no e-commerce deverá dar um salto de 4,3% em 2019 para 32% agora, sendo a grande preferência desse público pela compra em sites e aplicativos.

 

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais