Dicas para acertar na contratação

A época é de aumento nas vendas e isso faz com que o comércio contrate mais. Na hora de recrutar um bom profissional, o presidente do Sindilojas – entidade que reúne os lojistas da Capital –, Ronaldo…

A época é de aumento nas vendas e isso faz com que o comércio contrate mais. Na hora de recrutar um bom profissional, o presidente do Sindilojas – entidade que reúne os lojistas da Capital –, Ronaldo Sielichow, aposta na atenção, no planejamento e na intuição. Pensando no aproveitamento dos candidatos, o Sindilojas elaborou algumas dicas para valorizar o perfil ideal e facilitar o recrutamento.

Tipo do negócio

– O primeiro passo é definir o tipo de profissional que a loja precisa. Isso pode ser feito com a análise dos pontos fortes e fracos da empresa. A melhor pessoa para fazer isso é o gestor, que acompanha a rotina e as dificuldades dos processos, tanto administrativos quanto de vendas – afirma o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Ronaldo Sielichow.

Primeiro contato

Os currículos também merecem atenção especial dos empresários, pois é por meio deles que ocorre o primeiro contato. O lojista deve selecionar apenas os que têm as características ou aptidões que procura. Desta forma, o contato pessoal, pela entrevista, poderá ser mais assertivo.

Otimizando o tempo

Antes da entrevista presencial, porém, é preciso um contato telefônico, o que permite conhecer um pouco mais do candidato além do que consta no currículo, como o motivo pelo interesse no cargo, a atual situação profissional e o que poderia agregar à empresa. Fazendo as perguntas antes da entrevista, o lojista ganha tempo, já que os candidatos que não corresponderem aos requisitos da vaga podem ser excluídos do processo seletivo.

Questionamentos

A lista das perguntas, explica Sielichow, varia de empresa para empresa e depende do negócio.

– As exigências profissionais, qualidades, defeitos, experiência na área e visão de futuro precisam estar presentes – cita o dirigente.

As referências dos candidatos podem ser checadas com antigos empregadores e devem ser analisadas com cautela e filtros. O motivo da saída da empresa é o questionamento mais importante. Após a análise, escolha o perfil que mais se encaixe com o negócio.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais