Dicas preciosas para se tornar um grande empreendedor

Muitas pessoas buscam grandes empreendedores para lhes perguntar sobre o mundo dos negócios e das startups. Elas querem saber qual o momento certo de começar um negócio, como tomar grandes decisões e até saber se têm o perfil de um empresário de sucesso. No entanto, o que muitos não sabem é que essas são as […]

Muitas pessoas buscam grandes empreendedores para lhes perguntar sobre o mundo dos negócios e das startups. Elas querem saber qual o momento certo de começar um negócio, como tomar grandes decisões e até saber se têm o perfil de um empresário de sucesso.

No entanto, o que muitos não sabem é que essas são as perguntas erradas. Ninguém pode afirmar com certeza se uma pessoa pode ser um empreendedor bem-sucedido. De acordo com Rodney Williams, CEO e cofundador da LISNR, uma das empresas mais inovadoras e ousadas na área de Internet das Coisas: “O que eles realmente deveriam pensar e perguntar é sobre a sua ideia, seus sonhos, sua visão”.

 

“Não há como dizer se uma pessoa é empreendedora ou não. Ninguém consegue responder a isso. Para avaliar algo desse tipo, é preciso conhecer muito a pessoa e o que a motiva”, diz Williams. “Aos 27 anos, eu já tinha três patentes e nove prêmios conquistados. Mas isso não garante nada. Eu, no entanto, acreditava que poderia fazer qualquer coisa, construir qualquer coisa. Então, fiz isso. Eu me joguei no risco e nunca olhei para trás. Mas esse sou eu, e não você”, completa.

No entanto, é possível apontar alguns caminhos para um empreendedorismo virtuoso. Segundo Williams, um conselho que pode ser útil é lembrar que a inovação não vive exclusivamente no mundo do empreendedorismo. “Trabalhos incríveis ainda são feitos dentro da estrutura corporativa. Não há nada de errado com isso. As empresas podem fornecer infraestrutura, mão de obra e apoio financeiro para a inovação prosperar.”

Veja abaixo 4 dicas essenciais para se tornar um empreendedor:

1) A ideia é apenas o primeiro passo

Se você não consegue monetizar sua ideia, você não tem um negócio. Você vai precisar de investidores e empresas para entrar no mercado, e isso significa vender a sua ideia, você mesmo. Depois, vendê-la mais um pouco. E, quando você estiver cansado de vender, precisará vender ainda mais.

2) Seja extraordinário

Se manter nos padrões é algo extremamente fácil. É o caminho para a maioria das pessoas. Seguir o senso comum pode trazer boas recompensas e um monte de convites legais. Mas o comum é um inimigo do empreendedor.

3) O sucesso é a consequência, não o objetivo

Nós escutamos sobre a necessidade da perseverança ao longo das nossas vidas. Acreditar quando todos ao seu redor são céticos e conseguir levantar da cama depois de uma péssima reunião com investidores são a essência do empreendedorismo. Foque na jornada.

4) Não tenha medo de errar

Impressiona a grande quantidade de pessoas que têm medo de cometer erros. Que têm muito medo mesmo. A aversão ao risco não pode conviver com um empreendedor, porque nós somos ótimos em cometer equívocos. Nossos erros não nos definem, as soluções sim. Há sempre uma solução se você procurá-la.

Fonte: Forbes Brasil

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais