Disposição do brasileiro para proteger o meio ambiente ajuda a economizar dinheiro

SÃO PAULO – Entre as três principais atitudes que os brasileiros estariam dispostos a tomar para colaborar com a preservação do planeta, duas ajudariam também a poupar dinheiro. São elas: as economias de…

SÃO PAULO – Entre as três principais atitudes que os brasileiros estariam dispostos a tomar para colaborar com a preservação do planeta, duas ajudariam também a poupar dinheiro. São elas: as economias de água e energia elétrica. De acordo com a pesquisa “Sustentabilidade: Aqui e Agora”, divulgada na quinta-feira (25) pelo MMA (Ministério do Meio Ambiente), 66% dos entrevistados disseram que separariam o lixo doméstico para facilitar a reciclagem. Já 63% eliminariam o desperdício de água, enquanto que 46% reduziriam o consumo de energia elétrica na própria casa. No momento em que o consumidor fecha a torneira enquanto escova os dentes, diminui o tempo de banho, desliga os aparelhos elétricos que não estão em uso e não os deixam na função stand by, ele também ajuda a baixar as contas no fim do mês.

Sacolas sustentáveis

Outra disposição muito citada pelos entrevistados é a de não usar sacolas plásticas. Segundo o estudo, 40% mencionaram essa atitude. Para os analistas dos dados, esse é um indicativo de que a população está aceitando as iniciativas particulares e as políticas públicas que visam à eliminação dessas sacolas. Não é à toa que muitos estabelecimentos, como supermercados e lojas de roupas, criaram as chamadas sacolas sustentáveis, feitas de materiais recicláveis ou de matéria-prima que não agride o meio ambiente. Elas têm o objetivo de substituir as sacolinhas plásticas na hora de o consumidor fazer suas compras.

Impacto negativo no bolso

Os dados ainda demonstram que as atitudes menos mencionadas pelos entrevistados são justamente aquelas que significariam algum custo adicional, como a compra de eletrodomésticos de maior eficiência energética ou a contribuição com dinheiro para organizações que cuidam do meio ambiente.

Compras ainda distantes da sustentabilidade

Os resultados também revelaram que, nos hábitos de consumo, a questão ambiental ainda precisa de mais compromisso para deixar de ser um problema. Isso porque mais de 80% das pessoas descartam tintas e solventes no lixo comum e mais de 75% jogam seus resíduos de óleo de cozinha pelo ralo da pia. Além disso, 90% afirmaram que utilizam sacolas plásticas, 72% não compram produtos feitos de material reciclado e 59% compram produtos que venham em embalagens de isopor ou plásticas. Já em relação ao consumo de alimentos, quando perguntado aos entrevistados se eles compram ovos e carne de frango alimentados sem hormônio nem ração industrializada, 64% disseram que não.

Entenda a pesquisa

O estudo foi feito em parceria com o Instituto Synovate e o Wal-Mart Brasil e escutou 1.100 pessoas, das quais 53% eram mulheres e 47% homens. Os pesquisadores estiveram em 11 capitais brasileiras, entre os dias 27 de setembro e 13 de outubro de 2010.

Veja também

    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    Noticias

    Matrículas para selecionados no Capacita + POA tem o prazo prorrogado

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais