Em setembro, inadimplência com cheques cai para o menor nível desde 2004

SÃO PAULO – Em setembro, a inadimplência com cheques caiu para o menor patamar para o mês desde 2004, ficando em 1,59%, segundo dados do Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundo, divulgado nesta…

SÃO PAULO – Em setembro, a inadimplência com cheques caiu para o menor patamar para o mês desde 2004, ficando em 1,59%, segundo dados do Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundo, divulgado nesta quinta-feira (21). No acumulado do ano, frente ao mesmo período de 2009, houve queda de 9,29% no número de cheques compensados, para 839,035 milhões. Já o número de cheques devolvidos por falta de fundos recuou ainda mais no período (-32,9%), para 15,096 milhões. Assim, de janeiro a setembro, a inadimplência com essa modalidade ficou em 1,80%, o menor percentual para os nove primeiros meses também desde 2004.

Preferência por outras modalidades

Para os economistas da Serasa Experian, a queda da taxa de inadimplência com cheques é reflexo da maior disponibilidade de linhas de crédito aos consumidores. Com maior disponibilidade de crédito, os consumidores diminuem a utilização do cheque pré-datado como meio de financiamento. Isto reduz o risco de inadimplência deste meio de pagamento, melhorando a sua qualidade. Além disto, o bom momento vivido pela economia favorece uma administração mais eficiente do caixa das empresas, contribuindo para diminuir a incidência da devolução, por insuficiência de fundos, dos cheques emitidos por pessoas jurídicas.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais