Emergentes com vontade de consumir

Ao concretizar sonhos como a compra de carro zero, casa própria e viagem de avião, a classe C se consolidou como maior consumidora de bens e serviços no país. Em 2010, os integrantes dessa nova classe média…

Ao concretizar sonhos como a compra de carro zero, casa própria e viagem de avião, a classe C se consolidou como maior consumidora de bens e serviços no país. Em 2010, os integrantes dessa nova classe média brasileira movimentaram sozinhos R$ 881 bilhões.

Se em 2002 a parcela da pirâmide social representava 26% do potencial de compras de bens e serviços no Brasil, no ano passado saltou para 41% – o equivalente ao potencial de consumo das classes A e B juntas.

Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o segmento somou 94,9 milhões de habitantes em 2009 e chegou a 50% da população. Se as projeções se confirmarem, a camada social irá atingir a marca de 113 milhões de pessoas em 2014, englobando 56% das famílias brasileiras.

Porém, na avaliação do economista Sabino Porto Jr., da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o aumento do poder de consumo da classe média não deve ser confundido com ascensão social. Para o especialista, a mobilidade das classes é determinada por educação e saúde de qualidade. – E não vejo igualdade de oportunidades nesses fatores – enfatizou Porto.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais