Empresas tentam transformar dados em oportunidades de negócios

SÃO PAULO – O excesso de informações tem feito com que as empresas tenham de pensar em maneiras de transformar o volume de dados em valor para os negócios. É o que revela um estudo realizado pela Avanade,…

SÃO PAULO – O excesso de informações tem feito com que as empresas tenham de pensar em maneiras de transformar o volume de dados em valor para os negócios. É o que revela um estudo realizado pela Avanade, em parceria com a Kelton Research. “Está claro que muitas empresas enxergam um imenso benefício potencial caso aprendam a aproveitar a grande quantidade de dados com eficiência, mas faltam medidas básicas para gerenciá-los”, declarou o chefe-global do departamento de Tecnologia da Avanade, Tyson Hartman. De acordo com o estudo, 46% dos entrevistados disseram que as fontes disponíveis de dados são diferenciador estratégico para a empresa. Já outros 54% consideram a quantidade dos dados uma consequência dos negócios. “O sucesso futuro das empresas exigirá uma estratégia criativa e holística para o gerenciamento de dados que integre pessoas, processos e tecnologias para gerenciar o fenômeno da crescente quantidade de dados dentro do ambiente corporativo”, complementa Hartman.

Informações mais importantes

Em relação às informações mais importantes dos dados, os empresários indicaram que são as relativas ao relacionamento com clientes e vendas. Segundo a pesquisa, este foco está estimulando investimentos adicionais em tecnologias para sistemas de gestão do relacionamento com os clientes, conhecidos como CRM. Pelos dados, 67% das empresas disseram que já investiram ou planejam investir em CRM nos próximos 12 meses. Com a crescente quantidade de dados, também existe uma maior preocupação em investir em soluções de segurança no próximo ano. Esta resposta foi indicada por 78% dos executivos entrevistados. No setor público, as pressões são ainda maiores, com 74% das organizações governamentais investindo em CRM e 85% investindo em segurança. Apesar do levantamento ter sido realizado em empresas localizadas em 17 países na América do Norte, Europa e Ásia Pacífico, o resultado também pode ser aplicado ao Brasil, já que, de acordo com a Avanade, o País passa por um período em que as empresas estão adotando serviços de TI (Tecnologia da Informação) a uma velocidade bem superior aos países desenvolvidos.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais