Endividamento dos gaúchos aumenta em maio, revela Fecomércio-RS

A quantidade de gaúchos com contas a pagar subiu 17% em maio, atingindo 80% das famílias. A conclusão é da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência das famílias gaúchas (PEIF_RS), calculada pela CNC…

A quantidade de gaúchos com contas a pagar subiu 17% em maio, atingindo 80% das famílias. A conclusão é da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência das famílias gaúchas (PEIF_RS), calculada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio) e divulgada nesta segunda-feira (23) pela Fecomércio-RS (Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do RS).

Apesar do aumento no índice, o resultado não chega a preocupar o setor empresarial. De acordo com Zildo De Marchi, presidente do Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac, trata-se de um reflexo das compras para o Dia das Mães, celebrado em 08/05, aliado aos efeitos das políticas monetárias que vêm sendo praticadas pelo governo desde o ano passado. “O aumento dos juros, da taxa Selic e do IOF para operações de pessoas físicas demora um pouco para ser sentido, por isso até então não percebíamos mudança no endividamento”, afirma.

A quantidade de famílias com contas em atraso também cresceu. Segundo o levantamento, elas somaram 51% em maio, enquanto em abril estavam em 37%. Para De Marchi, o cenário já era esperado. “Assim como aumentaram os juros em operações de crédito, os empréstimos também ficaram mais caros, o que reduz a capacidade do consumidor em sanar suas dívidas.” Apesar do quadro, o índice de pessoas que afirmam não ter condições de pagar suas dívidas caiu de 7% em abril para 5% este mês.

A maioria dos consumidores ouvidos (39,7%) se considera mais ou menos endividada, enquanto 16,7% se dizem muito endividados. O maior responsável pelos débitos continua sendo o cartão de crédito (66,7%), seguido pelos carnês (45,4%) e pelo cheque especial (30,2%). “Assim como era previsto em pesquisas de intenção de consumo para o Dia das Mães, os bens duráveis, que geralmente são comprados a prazo, foram muito procurados na data”, lembra o presidente da Fecomércio-RS. Para ver a pesquisa completa acesse www.agencia.fecomercio-rs.org.br/pesquisa.

Veja também

    Noticias

    Reconstruindo Juntos: comércio pulsante é o caminho para a recuperação

    Veja mais
    Noticias

    Co.nectar Hub prorroga inscrições para o programa de aceleração de startups

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Atualização da cartilha do Estado de Calamidade

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre lança apoio ao comércio gaúcho

    Veja mais