EPTC poderá proibir carros no túnel em obras

Possibilidade é cogitada para forçar motoristas a usarem rotas alternativas

Para garantir a circulação normal dos ônibus no Túnel da Conceição, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) poderá tomar uma medida drástica em caso de megacongestionamento a partir do dia 9. Carros particulares poderão ser proibidos de atravessar a passagem subterrânea durante as obras, numa forma de forçar os motoristas a usarem rotas alternativas.

Apossibilidade é cogitada por técnicos da EPTC envolvidos nas alterações viárias que serão colocadas em prática amanhã. Se as rotas alternativas criadas não forem capazes de desafogar o túnel quando a obra começar no dia 9 (duas das quatro faixas estarão bloqueadas ao longo de 18 meses), carros particulares poderão ser desviados.

– Se tudo o que estamos implementando não der resultado, poderemos tomar essa medida restritiva aos veículos particulares. Ainda não sabemos se seria apenas em alguns horários, só em determinado sentido. Vamos avaliar – antecipa o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari.

Grande teste das mudanças ocorrerá depois do feriado
Por dia, cruzam o túnel 102 mil veículos, metade em cada sentido. Para que não haja problemas graves de congestionamento após o início da reforma, Cappellari avalia que seria necessário retirar do túnel, e distribuir para vias próximas, 2,8 mil veículos por hora nos horários de pico, no sentido bairro-Centro.

– Pelos nossos estudos, a Garibaldi pode absorver de 1,2 mil a 1,4 mil veículos por hora. A rota João Pessoa-Loureiro da Silva, por baixo do Viaduto Imperatriz Leopoldina, poderia receber mais 600 carros por hora. Os motoristas precisam colaborar, usando os desvios – diz Cappellari, acrescentando que os tempos dos semáforos serão ajustados de acordo com o fluxo para reduzir congestionamentos.

Se for implementada, a restrição a carros ocorrerá na esquina das ruas Engenheiro Luiz Englert e Paulo Gama (carros seriam desviados para Setembrina e Garibaldi) e na Osvaldo Aranha com a Garibaldi (carros seguiriam pela Garibaldi). Táxis, ambulâncias, caminhões, motos e ônibus não seriam afetados.

Embora o bloqueio no túnel comece em 9 de outubro, o grande teste das mudanças viárias ocorrerá em 13 de outubro, primeiro dia útil após o feriadão de Nossa Senhora Aparecida. É quando a EPTC espera movimento normal na cidade. Nos horários de pico, dois guinchos serão mantidos de prontidão nas proximidades do túnel para remover com rapidez veículos que se envolvam em acidentes.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais