Estudo: tendências do varejo para a América Latina

A Nielsen divulgou um estudo global em que revela as tendências que considera mais importantes para o varejo latino-americano.

A Nielsen divulgou um estudo global em que revela as tendências que considera mais importantes para o varejo latino-americano, agrupando-as em três segmentos: o shopper, os canais e os produtos. Destacam-se o mix de formatos, o e-commerce e o interesse por outros produtos saudáveis.

O comércio varejista nunca para e agora enfrenta desafios significativos, incluindo uma concorrência feroz. Diferenciar-se é cada vez mais difícil, mas a chave para o crescimento é compreender o consumidor e satisfazer suas necessidades.

Foram identificadas seis tendências de varejo na América Latina que estão liderando esse caminho hoje. Essas tendências, orientadas aos shoppers, aos canais e aos produtos são fundamentais na hora de avaliar estratégias que permitam se diferenciar e crescer.

Seguem alguns fatos relevantes:

– Os membros da Geração Y serão os shoppers mais importantes até 2018

– Mais de 75% dos shoppers na América Latina buscam por varejistas com programa de fidelidade

– O crescimento dos canais se dá cada vez mais nos formatos de conveniência

– A inovação é o segredo para alcançar o shopper onde quer que ele esteja

– O rótulo privado desempenha um papel fundamental no posicionamento de um varejista

– Marcas próprias também são chave na hora de posicionar um varejista

– Cada vez mais o shopper busca produtos saudáveis ​​para incluir em suas compras

Nielsen

Continue lendo

Fonte: O Negócio do Varejo

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais