Executivos priorizam retenção de talentos em 2012, diz pesquisa

Estudo realizado durante a Amcham – SP indica quais são os pontos-chave que receberão foco durante o ano, de acordo com a visão de profissionais das áreas comercial e de Marketing

A retenção de talentos é prioridade para boa parte dos executivos das áreas comercial e de Marketing em 2012. É o que indica uma pesquisa realizada pela Amcham com 387 profissionais durante o seminário Perspectivas Comerciais 2012, na Amcham – SP. Ao menos 31% dos pesquisados afirmaram que manter talentos é um ponto fundamental em relação à área de recursos humanos, enquanto 21% querem dar foco aos treinamentos visando capacitar seus times e 17% apontam o mapeamento e desenvolvimento de competências como saída para qualificar a mão de obra.

Outros 14% destacam a atração de talentos; 12%, a criação de modelos de avaliação de desempenho, bonificação e remuneração variável e 5% desejam qualificar melhor sua mão de obra técnica. O levantamento mostrou ainda qual será o maior foco das companhias no ano, com o primeiro lugar para comercialização (39%), seguida por expansão (25%) e inovação (16%), além de gestão (11%) e gente (9%).

Falando especificamente de gestão, a prioridade para 2012 está em produtividade e processos para aumentar a competividade do negócio (37%). O relacionamento comercial (33%) e a gestão de pessoas (25%) aparecem na sequência, seguidos por gestão financeira, com 6% das respostas. Quanto à inovação, criar uma cultura de novas ideias e buscar as melhores práticas e soluções para os problemas aparecem empatadas com 44% cada. Já a busca por parcerias estratégicas com universidades foi citada por 13% dos entrevistados.

Profissionais esperam aumento nas vendas
Ao serem indagados sobre “Como as vendas da sua empresa irão se comportar em 2012 comparadas com 2011”, 22,2% dos profissionais disseram esperar um aumento de 10% a 15%, enquanto o mesmo percentual previu um avanço de 15% a 20%. Outros 17,6% apontaram para uma expansão superior a 20% e 22,6% preferiram manter projeções mais conservadoras, com crescimento entre 5% e 10% nas vendas. A estabilidade e o crescimento pequeno (inferior a 5%) foram a aposta de 10,1% dos pesquisados. Houve ainda 5,3% que acreditassem em queda, dos quais 3,3% veem retração superior a 15%.

Outra questão abordou as oportunidades de expansão de negócio. Em 2012, a prioridade das empresas é a estruturação e a preparação para o crescimento (59%), seguidas por acordos de identificação e desenvolvimento de parcerias comerciais (23,7%) e pelo conhecimento de novos mercados, acordos e políticas comerciais e programas de incentivo à exportação e/ou importação (11,1%).

As oportunidades de internacionalização e a obtenção de recursos financeiros foram apontadas como principal foco por 2,7%, enquanto a abertura de capital foi a opção escolhida por 0,6%. Sobre a área comercial, as empresas querem dar mais atenção à busca de novos clientes e à abertura de novos canais de vendas e distribuição (46,1%). Aparecem ainda inteligência da informação e transformação desse conhecimento em ações (19,7), melhoria de atendimento e relacionamento com os clientes (15,8%) e qualificação da força de vendas (7,7%). Fechando a lista, foram citados o desenvolvimento de alianças e parceiros comerciais (5,6%) e a avaliação das políticas comerciais e de precificação (4,9%).

Veja também

    Decretos e regrasNoticias

    Créditos do BNDES: empresário, você tem acesso a este recurso

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sondagem do Sindilojas POA prevê Dia dos Namorados tímido para o comércio na ca...

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades das obras no Centro até o dia 14/06

    Veja mais
    Noticias

    Associados do Sindilojas Porto Alegre tem opção de consultoria contábil gratuita

    Veja mais