Fazenda mantém IPI reduzido para móveis até fim do ano

Além de manter os impostos reduzidos sobre os veículos, o Ministério da Fazenda não reajustou as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a indústria de móveis e painéis de…

Além de manter os impostos reduzidos sobre os veículos, o Ministério da Fazenda não reajustou as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a indústria de móveis e painéis de madeira. Em nota, a pasta informou que manteve a desoneração para o setor até o fim do ano.

Assim como no caso dos veículos, as alíquotas também voltariam ao normal no dia 1° de julho. Para móveis, painéis e revestimentos de móveis, o IPI ficou em 4%, um ponto percentual a menos que a alíquota normal, de 5%. Para luminárias, o imposto foi mantido em 12%, três pontos a menos que a alíquota cheia, de 15%.

De acordo com o Ministério da Fazenda, o governo deixará de arrecadar R$ 161,6 milhões de julho a dezembro.

Mais cedo, o ministro Guido Mantega tinha anunciado, em São Paulo, a prorrogação dos incentivos fiscais para a indústria de veículos até 31 de dezembro. A manutenção do IPI reduzido para os automóveis custará R$ 1,6 bilhão ao governo até o fim do ano.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 24/02 A 01/03

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais