Fecomércio-RS: Comércio gaúcho tem alta de 2,9% em dezembro e encerra 2008 com crescimento acumulado de 4,7%

O comércio do Rio Grande do Sul apresentou crescimento de 2,9% no mês de dezembro de 2008 frente ao mesmo período de 2007. O bom resultado do seu volume de vendas foi influenciado, principalmente, pela alta…

O comércio do Rio Grande do Sul apresentou crescimento de 2,9% no mês de dezembro de 2008 frente ao mesmo período de 2007. O bom resultado do seu volume de vendas foi influenciado, principalmente, pela alta constatada no setor atacadista (5,8%) e, em menor escala, pelos números do varejo (0,8%). Estes resultados fazem parte do IVC-RS (Índice de Vendas do Comércio do RS), divulgado mensalmente pela Fecomércio-RS (Federação do Comércio de Bens e de Serviços do RS) em parceria com a FEE (Fundação de Economia e Estatística). Nos resultados do fechamento do ano, o comércio no Estado teve crescimento acumulado em 12 meses de 4,7%, tendo o comércio varejista registrado 4,5% e o comércio atacadista 5,0%.

Em dezembro, o resultado do varejo (0,8%) foi influenciado positivamente pelos setores de combustíveis e lubrificantes (9,5%) e também pela alta nas vendas de veículos, motocicletas, partes, peças e acessórios (8,2%). Em contrapartida, teve queda significativa em tecidos, vestuários e calçados (-8,4%). No atacado (5,8%), a maior alta foi do grupo matérias-primas agropecuárias (34,7%) e houve queda acentuada em produtos intermediários industriais (-28,4%).

Para o economista da Fecomércio-RS Eduardo Merlin, os números gerais em alta são resultado da combinação de dois fatores: o ano, que na maior parte foi bom e, por esta razão, manteve as expectativas dos consumidores em alta; e a atuação do empresário, que buscou administrar margens de lucro mais baixas, além de buscar um esforço para manter o crédito e as condições de pagamento. “Não podemos deixar de lembrar que os incentivos dados pelo governo federal, com a redução do IPI na venda de carros novos e do IOF nos financiamentos ao consumidor, também tiveram relação importante para os números gerais ficarem positivos”, avalia Merlin.

Em relação ao resultado final do ano de 2008 (4,7%), o economista indica que certamente o crescimento estimado foi bom, mas é preciso estar atento à sinalização deste resultado. “Começamos o ano passado com um crescimento acumulado em 12 meses de 8,9%, variação que chegou a fevereiro em 9,3%. Fechar o ano com crescimento de 4,7% mostra uma tendência de desaceleração, ou seja, não se pode ignorar este sinal”, avalia. Ele ainda destaca que este foi o resultado médio geral, mas que no Estado isso varia muito em relação a cada segmento e cada região, por isso se deve prestar atenção nas especificidades de cada caso.

Veja também

    Noticias

    Associados do Sindilojas POA tem opção de consultoria gratuita para retomada dos...

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Funcionamento das lojas após as enchentes é objeto de pesquisa do Sindilojas POA

    Veja mais
    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais